Arte de estudar e trabalhar

Data de publicação: 22/11/2018



Por, Roseane Welter

Organizar o tempo é um dos segredos básicos para conciliar a rotina diária. É fundamental ter metas de estudo e trabalho

Acordar cedo, dormir tarde, estudos, trabalho, dias cansativos, fins de semana preenchidos com atividades da faculdade, esta tem sido a rotina de milhares de jovens que encaram diariamente uma longa rotina de estudos e trabalho. Parece que o tempo está cada vez mais curto com tantos compromissos assumidos.
A juventude é a fase da vitalidade, e isso comprova que, apesar de ser exigente e desafiador, conciliar estudos e trabalho, é sim possível, pois ao passar por essa fase o jovem sai mais fortalecido pessoal e profissionalmente e com uma maior bagagem de aprendizado para enfrentar os desafios que vão surgindo na vida. Quem já passou por esta experiência costuma concordar que é necessário que o jovem também passe por ela, em algum momento da sua vida.
 “Ser jovem é um momento da vida em que a pessoa quer experimentar o mundo, ter acesso a novas experiências, se conectar com novas culturas. Não é uma fase de ‘colônia de férias’ este é o momento de transição da adolescência para a vida adulta, quando as responsabilidades surgem e o caminho passa a ser trilhado de maneira individual”, destaca Luciano Salamacha, professor da Fundação Getúlio Vargas, palestrante e especialista em gestão de carreiras.
Estudar e trabalhar é a realidade vivenciada, por milhares de jovens, como, por exemplo, Julia Schefer Moleiro, 22 anos, graduanda em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo (USP) e analista de segurança. Julia trabalha numa empresa das 9 às 18 horas e vai à faculdade à noite, onde tem aula das 19 a 23 horas. “Nunca sabemos o quanto podemos fazer, até não ter outra opção senão irmos à luta para dar o melhor de nós”, destaca a jovem.
Escolher só estudar é uma opção que nem sempre está ao alcance de todos. Jaqueline Castro, 22 anos, cursa Jornalismo na Universidade Nove de Julho (Uninove) e de segunda a sexta-feira trabalha como assistente de Marketing na REDEVIDA de Televisão. “Sou eu que pago o meu curso e, obviamente, preciso trabalhar para tornar este sonho realidade.” Uma jornada que, além de cansativa, exige muita força de vontade, foco, responsabilidade e determinação.

Dupla jornada – Segundo pesquisa do Instituto Ayrton Senna, aproximadamente 70% dos alunos de Ensino Médio e Superior, jovens entre 15 e 29 anos, em algum momento da vida já experimentou a dupla jornada, conciliando em sua agenda a arte de estudar e trabalhar. A pesquisa aponta ainda que um em cada quatro jovens que estudam à noite trabalham durante o dia e vice- versa. Os desafios são vários.
“Trabalhar por si só é cansativo e estudar também, juntando os dois então você entra numa espiral de cansaço que vai se acumulando, no final do semestre o desgaste físico e mental por conta da rotina puxada já domina a pessoa”, destaca a estudante de Relações Internacionais. A futura jornalista salienta que, apesar dos desafios, a rotina do dia a dia traz consigo um grande aprendizado.
“Aprendo a lidar e a encarar as responsabilidades. Assumindo, assim, os compromissos de uma forma madura, a lidar com a pressão e as exigências profissionais.” Um bom planejamento é uma excelente estratégia para dar conta de tudo. “O trabalho gera o salário, e este garante o presente. O estudo é a semente que garante o futuro”, afirma Luciano Salamacha.

Gestão de prioridades – Otimizar o tempo, normalmente, é um grande desafio, uma vez que, ele está basicamente preenchido por atividades acadêmicas ou profissionais. É importante ressaltar que organizá-lo é um dos segredos básicos para conciliar a rotina diária. É fundamental ter metas de estudo e trabalho preestabelecidas e definir horários para ambas. Estratégias simples, mas que podem fazer toda a diferença. “Eu trabalho oito horas por dia e, depois do expediente, vou direto à faculdade”, conta Jaqueline. Com os horários apertados, aproveitar bem o tempo é prioridade. “Aproveito para estudar quando estou no metrô ou no ônibus. Planejar as prioridades é fundamental.” A jovem destaca que dá conta de tudo utilizando os fins de semana para deixar em dia os compromissos acadêmicos.  Para ela, estar em família e com os amigos é importante, mas busca o equilíbrio para aproveitar bem esse momento da sua vida.
Algumas dicas para conciliar estudos e trabalho de uma forma mais prazerosa: listar as prioridades do dia; determinar um tempo específico para cada atividade; nunca deixar os compromissos para depois, a frase “depois eu faço” não deve fazer parte do vocabulário nesta fase; viver cada momento com intensidade; reduzir a ansiedade e colocar mais foco e concentração no que se faz.
“Honre seu esforço. Se você trabalha e estudar, enxergue esse esforço com orgulho, como o ato de alguém que se propõe a realizar algo e se mantém firme em seus propósitos. Cuide para não se deixar envolver por colegas que estimulem o lado do herói com comentários do tipo ‘coitado de você... trabalha e estuda e por conta disso não tem tempo de se divertir como a gente’. Ao contrário, crie um círculo de amigos que têm o mesmo pensamento positivo sobre o que é estudar e trabalhar. Estabeleça rotinas e seja fiel a elas. Quem conta com menos tempo, mas tem disciplina, acaba conseguindo realizar mais coisas em menos tempo. Logo, não deixe acumular atividades, resolva tudo dentro do tempo de que dispõe. Caso contrário, a sua vida pode ter aquele efeito de bola de neve em que a cada segundo apenas aumentam as coisas que estão pendentes”, enfatiza Luciano. Cabe ressaltar que é importante criar a sua própria estratégia, a que melhor se encaixar em sua rotina, em seu estilo de ser, e que proporcione o prazer em estudar e trabalhar. “Com o tempo apertado, eu preciso priorizar o que deve ser feito e otimizar o tempo disponível.  Eu tenho, por exemplo, duas horas no meu dia para isso, e de alguma forma a lista acaba sendo feita nessas duas horas. A mesma coisa no trabalho, enquanto algumas pessoas podem ficar até mais tarde para resolver algum problema, eu tenho que sair no meu horário senão me atraso para a aula, então me desdobro para entregar tudo no tempo certo”, explica Julia. Enfim, é importante gerenciar o tempo disponível. Dedicação e foco na hora do estudo, e o mesmo vale para o tempo do trabalho.






Fonte: Fc edição 992, Agosto de 2018
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Limites da liberdade
O exemplo do Profeta Muhammad nos ensina, sempre, a pensar no bem maior
Receitas de reconciliação
Desarmem o coração por mais mágoa que levem. Meçam as palavras.
Menos mães perfeitas
Quero viver em um mundo com mães reais, cheias de dúvidas, questionamentos, dificuldades
Insuficiente
Na evangelização, a linguagem agropastoril de ontem precisa de acréscimos fortes na era digital!
Perdoar para prosseguir
Pedir perdão e perdoar o próximo são decisões que dão início a um processo de restauração
Início Anterior 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados