Uma vida nova em Cristo

Data de publicação: 08/04/2020

Crédito: Viviani Moura, fsp

O acontecimento da morte e ressurreição de Jesus Cristo é o coração do Cristianismo, fundamento da fé e da esperança cristã
                                                                                                                              Foto: Freepik.com

Após uma semana intensa de trabalhos, escola, faculdade, agenda de reuniões a cumprir, todos merecem um descanso. Ao emendar uma semana na outra, sem nenhum dia de folga, é normal e natural o corpo reclamar de alguma forma, afinal, para ter uma vida equilibrada, o lazer deve estar presente no planejamento da semana.

De modo geral, o domingo é o dia mais esperado para isso. É aquele dia de dar uma pausa, acordar mais tarde, organizar a vida interior e exterior, preparar um almoço em família, fazer algo de que gosta, assistir a um filme, ler um livro etc.

Além desse caráter de descanso, o domingo tem essa característica comunitária, celebrativa. Afinal, quem já não ouviu a expressão, “domingo é o dia do Senhor”. Interessante saber que domingo vem da palavra latina Dominicus, que quer dizer “do Senhor”. Portanto, é o dia do Senhor. Dia de refazer a fé e os laços com a comunidade.

Mas por quê? No primeiro dia da semana, o da Ressurreição, no início do Cristianismo, os cristãos passaram a se reunir para a ceia e tornar presente o Ressuscitado. Alguns versículos do Evangelho segundo João confirmam isso, nas duas aparições sucessivas de Jesus a seus discípulos, com intervalo de oito dias. “Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, os discípulos estavam reunidos, com as portas fechadas por medo dos judeus. Jesus entrou e pôs-se no meio deles. Disse: ‘A paz esteja convosco’ [...]. Então, soprou sobre eles e falou: ‘Recebei o Espírito Santo’ [...]. Oito dias depois, os discípulos encontravam-se reunidos na casa” (cf. Jo 20,19.20.26). Estes versículos revelam que todo o significado do sábado é transferido para o domingo, centrado na realidade da Páscoa (passagem) do Senhor.

Essas aparições de Jesus, sempre no primeiro dia da semana (domingo), colocam em evidência aspectos relevantes que se tornaram características desse dia, tais como: a presença do Ressuscitado, a reunião comunitária, a escuta da Palavra de Deus, a alegria pascal, a celebração da Eucaristia. O domingo concentra em si a centralidade de Cristo e da sua Páscoa.
Por conta disso, o Tríduo Pascal da paixão, morte e ressurreição de Cristo resplandece como ponto culminante da caminhada quaresmal e núcleo central do Ano Litúrgico.

Ciclo da Páscoa – O Ciclo da Páscoa é composto de dois tempos distintos: o Tempo da Quaresma e o Tempo Pascal. A Quaresma começa com a Quarta-feira de Cinzas e termina na Quinta-feira Santa. É um tempo que possui um espírito de penitência, revisão de vida, exame de consciência, sendo uma preparação para a grande festa da Páscoa.

De acordo com padre Maurício Gomes dos Anjos, reitor e pároco do Santuário Sagrado Coração de Jesus, de Curitiba (PR), a celebração da Páscoa continua durante o Tempo Pascal. Os cinquenta dias que ocorrem do domingo da Ressurreição ao domingo de Pentecostes devem ser celebrados com alegria, como um só dia festivo, como “o grande domingo da Páscoa”.

Deseja continuar lendo esta matéria? Adquira a revista Família Cristã,edição de abril de 2020.




Fonte: Revista Família Crista, edição de abril, número 1012
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Evangelização, sim!
Para Francisco, a evangelização não pode confundir-se com o clericalismo nem com o proselitismo.
O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
13º. Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019 - Solenidade de São Pedro e São Paulo
Mesa da Palavra
A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira.
Mesa da Palavra
Solenidade de Pentecostes.Quando ele vier, conduzirá os discípulos à plena verdade.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados