O rato, o pássaro e a linguiça

Data de publicação: 09/05/2013


Por Programa Criança Certeza
Fotos: Centro de Promoção Humana
Ilustrações: Ricardo Corrêa


A história O rato, o pássaro e a linguiça foi escrita há muito tempo pelos irmãos Jacob e Wilhelm Grimm, que viveram na Alemanha. Esses autores escreveram várias fábulas infantis.

O bacana dessa história é que ela nos ajuda a entender a responsabilidade que cada um precisa ter.

E você ainda vai saber como a galera do Projeto Certeza pensa e age diante de suas responsabilidades.

Ah, e se você também quiser falar de suas responsabilidades, ficaremos felizes em receber sua carta ou e-mail.

Eram felizes

Era uma vez um rato, um pássaro e uma linguiça.

Eles resolveram viver juntos em sociedade e com grande harmonia. Por muito tempo foram felizes e viviam sem brigas.

A tarefa do passarinho era voar todos os dias à floresta e juntar lenha; o ratinho tinha a função de trazer água, acender o fogo e pôr a mesa, já a linguiça era encarregada de preparar a comida.

A vida deles era uma maravilha. Após ter trazido a água e acendido o fogo, o ratinho ia descansar até a hora de pôr a mesa.

A linguiça, por sua vez, cuidava para que a comida ficasse bem cozida.

O passarinho chegava com o feixe de lenha, colocava no canto e todos iam para a mesa. Depois de comer se deitavam e dormiam. Uma verdadeira vida de príncipes e princesa.

Triste fim 

Depois de muito tempo, aconteceu uma reviravolta na vida deles! Certo dia, o passarinho encontrou outro pássaro e contou sobre sua felicidade.

O outro, porém, o chamou de bobo, dizendo que, enquanto ele fazia o trabalho pesado, os outros dois passavam boa vida em casa.

No dia seguinte, o passarinho não quis mais catar lenha, disse que as coisas deviam mudar, que tentassem outro sistema. Tiveram de tirar na sorte para ver quem iria fazer o que.

A linguiça foi lenhar, o passarinho acendeu o fogo e o rato preparou o caldeirão.

Aguardavam a volta da linguiça com a lenha. Mas ela nunca que chegava, ficaram preocupados e o passarinho decidiu ir atrás. Ao longe avistou um cachorro, o qual, ao encontrar a pobre linguiça, não teve dúvidas, a abocanhou e engoliu.

O passarinho recolheu, tristemente, a lenha, voltou para casa e contou o que tinha visto e ouvido.

Ficaram ambos muito tristes. Só que o trabalho dobrou, o passarinho teve que pôr a mesa enquanto o rato preparou o jantar. Na hora de servir, quis também fazer como fazia a linguiça, mergulhar e enrolar-se no angu e na verdura para temperar.

Mas, antes mesmo de chegar ao meio, atrapalhou-se, caiu dentro da panela e perdeu o pelo, a pele e também a vida.

Quando o passarinho chegou para servir a mesa, não encontrou mais o cozinheiro. Com muita tristeza, jogou a lenha para o ar.

Por descuido, a lenha caiu no fogo dando início a um grande incêndio. O passarinho então saiu correndo em busca de água. Mas o balde, nessa pressa toda, caiu no poço e ele caiu junto com o balde. 

Não conseguindo escapar, morreu afogado.



A galera fala

Para nós, responsabilidade é fazer as coisas que você tem de fazer no dia a dia, e sempre ter cuidado e responsabilidade com as coisas e com as outras pessoas também.

Alex Campos da Costa – 11 anos
Mateus Severino Gomes da Silva – 12 anos







Responsabilidade tem de ter em todo lugar, com as suas coisas, com as coisas dos outros, no trabalho, curso e escola, para toda a vida, para não prejudicar você e os outros que estão ao seu redor.

Júlia Neves Soares Santos – 12 anos







Eu tenho muita responsabilidade com as minhas coisas, como, meu material escolar, meus objetos. Enfim, tenho bastante responsabilidade não só com as minhas coisas, mas com as coisas das outras pessoas também.

Geovanna Paula da Silva Simão –12 anos







Na vida temos responsabilidades a serem cumpridas. A cada dia que se passa elas aumentam. Uma criança, por exemplo, quando completa a idade de estudar, sua maior responsabilidade é comparecer às aulas. Quando entramos na adolescência, temos que ter um cuidado maior com as nossas coisas, e muitas vezes a casa para arrumar. Quando ficamos adultos, temos que trabalhar, pagar as contas, acordar cedo e muito mais do que isso, cuidar da família.

Tainarah Ferreira – 13 anos






Responsabilidade é ter compromissos. Por exemplo, se você pega um lápis emprestado, aì você fica responsável pelo lápis...

Lucas Apolinário de Almeida – 12 anos




Fonte: Super + 118 - Jun/2012
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Evangelização, sim!
Para Francisco, a evangelização não pode confundir-se com o clericalismo nem com o proselitismo.
O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
13º. Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019 - Solenidade de São Pedro e São Paulo
Mesa da Palavra
A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira.
Mesa da Palavra
Solenidade de Pentecostes.Quando ele vier, conduzirá os discípulos à plena verdade.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados