Milhares de jovens latino-americanos participarão da jornada

Data de publicação: 20/07/2013



Milhares de jovens latino-americanos já desembarcaram ou estão chegando ao Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). De acordo com a Conferência Episcopal da Colômbia, 2,5 mil colombianos já se inscreveram para a JMJ. Do total, 900 já estão no Rio de Janeiro participando das atividades da semana missionária (ou pré-jornada), iniciada na última segunda-feira, 16.

Neste fim de semana, o movimento dos peregrinos (como são chamados os participantes da jornada) aumentou no Aeroporto Internacional Eldorado em Bogotá. Carolina Jiménez se considera uma “jovem veterana”, com 36 anos, e embarca para sua terceira experiência em uma JMJ.

Na fila de embarque, no aeroporto de Bogotá, ela se diz ansiosa para encontrar o grupo de jovens que já partiu para Rio de Janeiro. Carolina trabalha com a Associação Santa Cruz, fundação católica que atua na evangelização de crianças e jovens colombianos.

Ela contou que alguns jovens que estão indo para a JMJ não tinham condições financeiras e por isso fizeram campanhas para arrecadar dinheiro. “Vendemos salgados, fizemos sorteios de rifas. O resultado é que conseguimos enviar mais de 110 jovens de comunidades mais pobres”, explicou.

Carolina disse que tem bastante expectativa em relação à JMJ e na mensagem que o papa Francisco ministrará à juventude. “Definitivamente, esperamos uma mudança de fé e uma oxigenação da igreja. Lá, o idioma será nossa fé e nossa religião. Além disso, o fato de o papa ser latino nos faz sentir muito mais perto dele”, pontua.

Segundo Fernando Arango, coordenador da delegação colombiana, a maioria dos jovens que representará o país na JMJ tem entre 18 e 22 anos. Fernando ainda está em Bogotá e viaja no domingo (22).

Ele reforça o sentimento de expectativa para o encontro com o pontífice. “A personalidade do papa Francisco é muito cativante no contexto dos jovens e acreditamos que isso fará desta jornada um momento único e novo para a comunidade católica”, disse.

Arango também destacou a amabilidade dos brasileiros. “Nossos irmãos que já estão no Rio de Janeiro falam da hospitalidade brasileira e do carinho com que os colombianos vêm sendo recebidos. Isso também é algo de valor para nós”, acrescentou.

A Conferência Episcopal Equatoriana divulgou que mais de 3 mil jovens equatorianos devem participar da JMJ. O mesmo número de participantes esperados pela Igreja Católica peruana.

No Chile, a Conferência dos Bispos informou que pelo menos nove mil chilenos estarão representando o país. Segundo a TV estatal Telesur, a Venezuela será representada por 4 mil e 200 jovens.

A Argentina, terra natal do Papa, deve enviar a maior quantidade de jovens. Dados oficiais da igreja no país informam que mais de 22 mil fiéis se inscreveram para a JMJ.




Fonte: Agência Brasil
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

100 anos de um massacre
Na Armênia, em 1915, o primeiro grande genocídio do século 20 vitimou 1,5 milhão de seres humanos
Edição 953, maio de 2015
Revista Família Cristã, edição de maio de 2015. Bendito o País que não mata nem prende suas crianças
O perigo mora em casa
Em 94% dos casos de agressão contra mulheres, o parceiro, o ex ou um familiar da vítima é o agressor
Bem viver
A história e atual situação dos indígenas Pankararu e Pataxó na Aldeia Cinta Vermelha Jundiba
A guerreira munduruku
A guerreira Munduruku defende o território de seu povo contra a construção da Hidrelétrica Tapajos
Início Anterior 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados