Evangelho na comunidade

Data de publicação: 02/08/2013

Cônego Celso Pedro da Silva*
Arte: Sergio Ricciuto Conte

18° Domingo do Tempo Comum

Ecl 1,2; 2, 21-23; Sl 89 (90); Cl 3,1-5.9-11; Lc 12,13-21


Não só abundância de bens - "A vida de um homem não consiste na abundância de bens." Dizia o papa Francisco, nos primeiros dias de seu pontificado, que "mortalha não tem bolsos". Isto ele ouviu de sua avó, e ela queria dizer que na hora da morte não levamos no bolso o que juntamos nesta terra. Jesus se negou a resolver uma questão de herança, mas aproveitou a ocasião para chamar atenção de todos sobre a ganância. O que é que dá valor à nossa vida? Nossa vida vale mais ou vale menos segundo a quantidade de bens que possuímos? Jesus ensina que a vida de uma pessoa não consiste na abundância de bens, mesmo quando alguém tem muitas posses. Um dia, Deus vai "pedir de volta" a nossa vida e os bens materiais ficarão por aqui. Quem é sábio não ajunta tesouros para si mesmo, mas procura ser rico aos olhos de Deus.

Tudo passa - Vaidade das vaidades, tudo é vaidade. Tudo é passageiro, tudo se esvai. Nós vamos passando, o tempo fica para trás, e no tempo dessa terra ficam a inteligência, a competência, o sucesso. Tantas preocupações, tanto sofrimento, tanta trabalheira e voltamos ao pó. Tudo se desgasta. Não vivemos, porém, em função da morte. Vivemos a vida e plenamente. Não é porque vamos morrer que nada importa. Ao contrário, tudo importa porque vamos morrer.

Alcançar o alto - Faça força para alcançar as coisa do alto. Onde colocar as nossas forças? Dedicar-nos a que, o que buscar com insistência e permanente decisão? Esforcem-se para alcançar as coisas do alto, diz o apóstolo, onde está Cristo. Desejem as coisas celestes e não as terrestres. Nossa vida, aquela que nos pedirão de volta, está escondida com Cristo em Deus. Essa vida é o próprio triunfo, então apareceremos com Ele revestidos de glória. Glória feita não com os bens perecíveis, mas adquirida com eles. Tal glória não será resultado da ganância, da cobiça, da multiplicidade de desejos e mentiras. Não agimos como o homem velho do pecado. Fomos revestidos do homem novo, que é Cristo, tudo em todos.

Nossa vida hoje - Alguém poderia dizer que pensamos só na eternidade, que desprezamos os bens deste mundo porque daqui nada se leva. Não é bem assim. O que levamos, levamos daqui. Se o falecido não levou consigo os bens deste mundo, é certo, porém, que deles desfrutou enquanto estava vivo. Para que vai querê-los depois de morto? Os antigos romanos já diziam que é preciso aproveitar bem o dia de hoje porque amanhã morreremos. Não desprezamos os bens deste mundo. O que dizemos é que o valor da nossa vida não depende deles. Não queremos ser gananciosos doentes. Queremos saber aproveitar bem as coisas deste mundo para podermos participar dos bens da eternidade. Nosso tesouro está no céu, com Jesus, e está aqui na terra com Jesus identificado com os irmãos e as irmãs menos amados e mais esquecidos. Com os bens deste mundo somos solidários com eles, e eles nos abrirão um dia as portas do céu. A partilha que fazemos com os mais necessitados é uma amostra da eternidade. Que Deus dê ao nosso coração sabedoria para que nossos dias não transcorram a amealhar vaidades. Tudo passa, só não passa o que fica, e o que fica é nossa vida escondida com Cristo, em Deus.
 

*Sacerdote e professor de Sagrada Escritura.





Fonte: Família Cristã 931 - Jul/2013
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
SAÚDE
A biotecnologia é uma ferramenta e, como tal, deve ser cuidadosamente examinada.
Curar com as mãos
Levar em consideração o corpo inteiro e tratar diretamente a causa do problema são as principais
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados