Ter amigos é muito legal

Data de publicação: 05/08/2013

Seção: Cidadania
Por: Projeto Criança Certeza

No dia 27 de abril de 2011, durante 65a sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), ao destacar a importância da Cultura de Paz, foi reconhecida "a importância da amizade como sentimento nobre e valioso na vida dos seres humanos de todo o mundo" e, por isso, se decidiu escolher 30 de julho como o Dia Internacional da Amizade. A ideia foi apresentada  por 43 países, incluindo o Brasil e quase todos os países sul-americanos, e foi aceita por unanimidade pela Assembleia Geral. Viva o Dia da Amizade!

No entanto, é preciso ficar esperto, amizade não nasce de uma hora para outra, num clique de mouse  ou num estalar dos dedos. Vamos ler o que conta a história O galo e a raposa, que faz parte de uma coleção de fábulas do Esopo (620- 560 a.E.C., antes da Era Cristã), um escravo e contador de histórias que viveu na Grécia Antiga.

O galo e a raposa, amigos? O galo cantava em alto e bom som em cima de uma árvore. Vendo-o ali, a raposa tratou de bolar uma estratégia para que ele descesse e fosse o prato principal de seu almoço.
− Você já ficou sabendo da grande novidade, galo? – pergunta a raposa.
− Não. Que novidade é essa?
− Acaba de ser assinada uma proclamação de paz entre todos os bichos da terra, da água e do ar. De hoje em diante, ninguém persegue mais ninguém. No reino animal haverá apenas paz, harmonia e amor.
− Isso parece inacreditável! – comentou o galo.
− Vamos, desça da árvore que eu lhe darei mais detalhes sobre o assunto.
O galo, que de bobo não tinha nada, desconfiou que tudo não passava de uma estratégia da raposa. E fingiu estar vendo alguém se aproximando.
− Quem vem lá? Quem vem lá? – perguntou a raposa, curiosa.
− Uma matilha de cães de caça – respondeu o galo.
− Bem… Nesse caso é melhor eu me apressar – desculpou-se a raposa.
− O que é isso, raposa? Você está com medo? Se a tal proclamação está mesmo em vigor, não há nada a temer. Os cães de caça não vão atacá-la, como costumavam fazer.
− Talvez eles ainda não saibam da proclamação. Adeusinho!, – despediu-se cheia de medo, a raposa.
E lá se foi a raposa, com toda a pressa, em busca de uma outra presa para o seu almoço.


Leia o que essa galerinha curte sobre amizade, e, se quiser, escreva para nós falando de suas amizades e do cuidado que você tem em fazer amigos.






Amizade é muito importante para mim, porque sem amigos é muito ruim, eu me sinto excluída. Mas com meus amigos fica muito melhor. Eu adoro meus amigos, tenho mais de dez amigos. Amizade, para mim, é um sentimento muito bom, eu adoro criar novas amizades.
Kauana Melo da Silva, 11 anos









A amizade é tudo o que uma pessoa pode ter na vida para ser feliz. Uma pessoa é capaz de tudo para ajudar um amigo. Ser amigo um do outro é muito bom porque você se diverte com eles e faz tudo com eles. É bom ser amigo e ter amigo, porque, quando você tem um amigo, ele apresenta outras pessoas para você, você conhece mais pessoas e, durante um tempo, já se tornam amigos.
Michele Beatriz Silva Madalena, 12 anos





















Ser amigo é ser sincero, verdadeiro, companheiro. O amigo está com a gente nas horas boas e ruins, se você quiser desabafar, com certeza que pode contar com seu amigo. A amizade é coisa sagrada, pois você não deve mentir, brigar, bater ou abandonar. Um amigo é confiante, respeitoso, legal, simpático, interessante, importante e Super+. Nós vamos contar um pouco de nós e das nossas amigas. A gente briga, bagunça, chora e em tudo a gente é verdadeira uma com a outra, eu amo muito as minhas amigas.  Um amigo é como um irmão. Deus enviou uma pessoa sagrada para nós, pois você pode ter certeza que ele estará sempre com você. É bom ter amigos, porque a gente pode brincar, contar segredos, e o melhor de tudo em ter um amigo é porque a gente nunca fica sozinho. A amizade é tudo de bom.
Nathália Sales da Silva, 11 anos
Luciana Ferreira Vaz, 11 anos




Fonte: Super + 119 - Jul/2012
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Liturgia da Palavra
18 de novembro de 2018 - 33º Domingo do Tempo Comum - Ano B - Liturgia da Palavra
Matrimônio e sua dimensão
Só quem ama de verdade compartilha com o outro seus sonhos e se sente envolvido pelos apelos
Possibilidades e desafios
É um desafio resgatar o protagonismo dos cristãos leigos e leigas numa Igreja paroquial concentrada
Liturgia da Palavra
11 de novembro de 2018 - 32º Domingo do Tempo Comum - Ano B - Liturgia da palavra
A inculturação do Evangelho
Quero caminhar com o meu povo e estar no meio dele, sofrer com ele as mudanças e enxergar
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados