O lado bom da menopausa

Data de publicação: 19/03/2014

Juliana Borga

Mulheres que chegam à menopausa com boa autoestima lidam melhor com os sintomas físicos causados pelo desequilíbrio hormonal

Sim, é possível encarar a menopausa como algo positivo! Pesquisadores do mundo todo, inclusive do Brasil, acreditam que esta fase na vida da mulher pode ser encarada como algo bom e não apenas como um poço de dificuldades.

Calor repentino, inchaço, sudorese e dificuldade para dormir são sintomas do climatério, a fase que antecede a menopausa. Eles são os motivos que comprovam a negatividade em torno do assunto. “A mulher deixa de produzir óvulos e perde a capacidade de gerar filhos, isso demonstra que a velhice está próxima, o que assusta as mulheres” – explica a psicóloga e pesquisadora Olga Inês Tessari.

Em uma sociedade que cultua a juventude e a beleza, entrar na menopausa para muitas mulheres significa declinar, tornar-se velha. “Assim como deixamos de ser crianças para nos tornarmos adultos, a menopausa é um marco, uma fase da vida que não tem de ser ruim. Tudo depende da forma como a vida é encaminhada” – afirma Olga Tessari. Esta fase culmina com a independência dos filhos, que já estão crescidos e criados, não exigindo mais os cuidados maternos.

Aspectos benéficos – Para a psicóloga, há uma confusão entre a menopausa e as mudanças ocorridas nessa etapa da vida: “Muitas mulheres não veem que o problema não está na menopausa, mas no fato de elas terem se anulado em função dos filhos. Agora eles são adultos, estão se casando e saindo de casa, já não precisam de tanta dedicação” – completa Olga.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Copenhague, na Dinamarca, revelou aspectos positivos desta fase da vida feminina. Após questionar quase 400 mulheres de meia-idade, o estudo afirmou que aproximadamente metade delas considerou a menopausa benéfica. Os motivos apontados por elas são bem-estar, alívio por não terem mais que lidar com a menstruação, maiores possibilidades de crescimento pessoal e liberdade para se concentrarem nas próprias vidas.

Para evitar entrar em crise na menopausa, é preciso dedicar momentos para cuidar de si mesma ao longo da vida. Realizar desejos, fazer algo que dê prazer, manter um hobby. Mulheres que chegam à menopausa com boa autoestima passam por esta fase de forma tranquila e lidam melhor com os sintomas físicos causados pelo desequilíbrio hormonal. É o momento propício para fazer uma análise da sua vida, refletir e buscar o autoconhecimento, aproveitar as horas de lazer, sozinha ou ao lado do marido.

Orientação médica

Mantenha-se bem informada sobre a menopausa, consulte seu médico e peça orientações. Ficar por dentro do assunto ajuda a lidar melhor com os sintomas físicos e emocionais desta etapa da vida.

Quando começa o climatério?
Em geral entre 48 e 55 anos. Em algumas mulheres, a menstruação simplesmente desaparece. Em outras, há o encurtamento ou o alongamento dos ciclos menstruais. Podem surgir também períodos sem menstruação antes do desaparecimento definitivo.

Existe tratamento?
Em alguns casos é indicada a TRH (Terapia de Reposição Hormonal). Tudo depende dos sintomas de cada mulher e da qualidade de vida que ela mantém.

A reposição hormonal engorda?
Depende. Estudos nunca comprovaram que a TRH esteja ligada ao aumento de peso, a não ser em mulheres que possuem tendência a engordar. A reposição hormonal visa a melhorar os sintomas da menopausa, ela previne a osteoporose, melhora a vida sexual e protege contra o câncer de cólon.

O que é a menopausa precoce?
É quando os ovários param de funcionar em mulheres com menos de 40 anos. As causas ainda são desconhecidas, mas essas mulheres devem fazer reposição hormonal.

Com o tempo, as ondas de calor vão acabar?
De acordo com recentes estudos, as ondas de calor ocorrem em mais de 50% das mulheres que entram na menopausa e sua frequência diminui para 30% das mulheres após três anos de menopausa. Apesar disso, os sintomas podem persistir em 16% das mulheres acima dos 60 anos de idade.

A menopausa causa doenças?

A osteoporose é um problema que surge nesta fase. Ela torna os ossos mais porosos e frágeis, por causa da perda de hormônios femininos. Para combatê-la, coma vegetais verde-escuros, bem como espinafre e brócolis, e tome mais leite e derivados, que contêm cálcio.




Fonte: Família Cristã 903 - Mar/2011
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Uma atração do Cerrado
A Chapada dos Guimarães abandonou o diamante para acolher e preservar a natureza
Unidos pela paz
A semente brotou na infância, no seio da família, marcada pelo sofrimento de uma guerra mundial
Garrafas a menos, vida a mais
Porque reciclar é transformar o velho em novo, o lixo em arte e o sujo em limpo, quase sempre
A sede do Mar Morto
O Mar Morto, devido ao uso excessivo de sua água,perdeu 35% de sua extensão nos últimos 60 anos
O moderno Japão
Novo espaço em São Paulo, na mais paulista das avenidas da capital, quer ser uma ponte
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados