A noite inesquecível

Data de publicação: 21/03/2014

Maria Inês Carniato, fsp.
Ilustração: Ricardo Corrêa      


Crianças e a Bíblia




Você já assistiu na igreja à cerimônia do lava-pés? Ela é realizada na missa da noite de Quinta-feira Santa.

Eu sou um dos discípulos que esteve no cenáculo, durante a última ceia de Jesus. Ele me chamava de Pedro, que significa “rocha”, por dois motivos: porque admira o meu amor e a minha fé e por eu ser um pouco “cabeça-dura”.

Jamais esqueci daquela ceia pascal. Começou com a toalha que o Mestre pôs na cintura e com a bacia de água no chão. Todos nos olhamos intrigados, porque lavar os pés era tarefa de servos e de escravos. As estradas daquele tempo não tinham asfalto e as sandálias das pessoas se enchiam de areia e pedregulhos. Por isso o sinal de boas-vindas era lavar os pés e limpar os calçados dos hóspedes antes de uma refeição.

Quando Jesus se abaixou na minha frente, eu não quis acreditar que aquilo fosse acontecer e falei:
 
– Você, Mestre, fazer papel de servo? Nem sonhar!
 
– Se eu não lavar os teus pés não terás parte comigo – disse ele.
 
Entendi então que na comunidade de Jesus não pode haver maiores e menores, patrões e servos, livres e escravos, todos são iguais. Ele pareceu ler o meu pensamento e confirmou dizendo que nós o chamamos Mestre e Senhor e, se ele nos lava os pés, nós precisamos fazer o mesmo uns com os outros.

Após a ceia, Ele foi preso e torturado e no dia seguinte morreu na cruz. Depois da ressurreição, acabou me dando a responsabilidade de cuidar da comunidade cristã. Nossa, como me valeu a lembrança daquela noite!

Conheça os detalhes da história. Leia Jo 13,1-14

Um enorme abraço pascal para você!
   




Fonte: Super + 67 - Mar/2008
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Liturgia da Palavra
12 de novembro de 2017 - 32º Domingo do Tempo Comum, Ano A, Reflexão da Liturgia
Liturgia da Palavra
05 de novembro de 2017 - 31º Domingo do Tempo Comum. Solenidade de Todos os Santos
Pecado e misericórdia
Somos corresponsáveis na culpa e necessitados da constante cooperação no processo de conversão.
Ritmo Eucarístico
Não é de qualquer jeito que se vive o momento celebrativo da Eucaristia.
O dom da ciência
"Lá no alto, existe o Deus do céu que revela os mistérios” (Dn 2,28a).
Início Anterior 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados