A noite inesquecível

Data de publicação: 21/03/2014

Maria Inês Carniato, fsp.
Ilustração: Ricardo Corrêa      


Crianças e a Bíblia




Você já assistiu na igreja à cerimônia do lava-pés? Ela é realizada na missa da noite de Quinta-feira Santa.

Eu sou um dos discípulos que esteve no cenáculo, durante a última ceia de Jesus. Ele me chamava de Pedro, que significa “rocha”, por dois motivos: porque admira o meu amor e a minha fé e por eu ser um pouco “cabeça-dura”.

Jamais esqueci daquela ceia pascal. Começou com a toalha que o Mestre pôs na cintura e com a bacia de água no chão. Todos nos olhamos intrigados, porque lavar os pés era tarefa de servos e de escravos. As estradas daquele tempo não tinham asfalto e as sandálias das pessoas se enchiam de areia e pedregulhos. Por isso o sinal de boas-vindas era lavar os pés e limpar os calçados dos hóspedes antes de uma refeição.

Quando Jesus se abaixou na minha frente, eu não quis acreditar que aquilo fosse acontecer e falei:
 
– Você, Mestre, fazer papel de servo? Nem sonhar!
 
– Se eu não lavar os teus pés não terás parte comigo – disse ele.
 
Entendi então que na comunidade de Jesus não pode haver maiores e menores, patrões e servos, livres e escravos, todos são iguais. Ele pareceu ler o meu pensamento e confirmou dizendo que nós o chamamos Mestre e Senhor e, se ele nos lava os pés, nós precisamos fazer o mesmo uns com os outros.

Após a ceia, Ele foi preso e torturado e no dia seguinte morreu na cruz. Depois da ressurreição, acabou me dando a responsabilidade de cuidar da comunidade cristã. Nossa, como me valeu a lembrança daquela noite!

Conheça os detalhes da história. Leia Jo 13,1-14

Um enorme abraço pascal para você!
   




Fonte: Super + 67 - Mar/2008
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Liturgia da Palavra
22 de julho de 2018 - 16º Domingo do Tempo Comum - Ano B – Liturgia da Palavra
Uma Igreja sem medo
Prefiro uma Igreja acidentada, ferida e suja por ter saído pelas ruas, a uma Igreja doente
Liturgia da Palavra
15 de julho de 2018 - 15º Domingo do Tempo Comum - Ano B – Liturgia da Palavra
Presa a Cristo pelo amor
Tanto amor cristão semeado dá fruto imediato no coração de quem sofre
Liturgia da Palavra
8 de julho de 2018 - 14º Domingo do Tempo Comum - Ano B – Liturgia da Palavra
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados