O gigante da caridade

Data de publicação: 14/07/2014


Padre Léo Pessini
                                                              

Neste mês, comemoram os 400 anos da morte de São Camilo, a atualidade profética de um grito de “mais coração nas mãos”, em atenção à saúde

Dia 14 de julho de 2014, celebramos o IV Centenário da Morte de São Camilo de Lellis, Roma, 1614. Conhecido como o Gigante da Caridade e o Protetor dos Doentes e dos Profissionais da Saúde, Camilo de Lellis revolucionou os cuidados na área da saúde na sua época, século 16.

No Brasil, os Camilianos estão presentes há 92 anos, desde 1922. Em virtude de seu carisma, trabalham no mundo da saúde, animando a Pastoral da Saúde, formando profissionais dessa área, educando para a promoção da saúde e cuidando dos doentes. Dirigem uma rede de 56 hospitais, espalhados em 19 estados brasileiros, além de uma universidade especializada em saúde, 10 paróquias, 18 comunidades, seminários e casa de formação. No total são 23 mil colaboradores diretos, com quase 6 mil leitos hospitalares e 15 mil estudantes na área da saúde, incluindo Medicina. Não resta dúvida de que estamos diante de uma complexa e gigantesca responsabilidade social!

Como marco dos 400 anos da partida aos céus de São Camilo, os Camilianos brasileiros acabam de atualizar a chamada Carta de Identidade de suas obras. Destacamos os sete pontos principais que desenham o carisma camiliano.  

                                       

1.      Atualizamos nosso carisma e espiritualidade para o nosso tempo, a fim de servir, com amor evangélico e competência profissional, às novas e futuras gerações, no âmbito da saúde, em suas múltiplas necessidades, sejam elas biológicas, ecológicas, sociais, psíquicas ou espirituais.

2.      A missão profética que herdamos do Evangelho e de São Camilo consiste em seguir Jesus no cuidado samaritano dos doentes, “estive enfermo e me visitastes” e “testemunhar no mundo o amor (...) de Cristo para com os doentes”. Segundo nossa Constituição, “pela promoção da saúde, cura da doença e alívio do sofrimento, cooperamos na obra de Deus criador e glorificamos a Deus no corpo humano e manifestamos nossa fé na ressurreição”.  

3.      Quanto à vida e saúde, procuramos respeitar todas as suas dimensões – ecológica, biológica, psíquica, social e espiritual. Empenhamo-nos em promovê-las, preservá-las e delas cuidar, segundo os valores éticos, cristãos e eclesiais.  

4.      Quanto à pessoa humana, reconhecemos, promovemos e defendemos sua inalienável dignidade.  Procuramos sempre, “colocar o coração nas mãos”. Vivendo a fidelidade criativa ao nosso carisma, vamos ao encontro dos que se encontram nas “periferias geográficas e existenciais da vida humana” (papa Francisco).

5.      Quanto aos profissionais de nossas entidades, estes constituem nosso principal patrimônio. Buscamos criar um clima de união, fraternidade e corresponsabilidade em todos os níveis de atuação. Incentivamos a inserção dos profissionais em atividades missionárias e de voluntariado.

6.      Quanto à administração das entidades, empenhamo-nos na busca incessante de novos conhecimentos humanos, científicos, tecnológicos, éticos e pastorais. A administração de nossas entidades é um instrumento para o exercício eficiente, eficaz e sapiente de nossa missão no mundo da saúde.

7.      Quanto às entidades camilianas, buscamos sua autossustentabilidade e perenidade, implementamos estratégias que avaliem e desenvolvam seus recursos, alinhando-os com a missão camiliana.  Na sua identidade e missão, buscamos a promoção de uma sociedade mais saudável, justa e solidária.





Fonte: Familia Crista ed. 943
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
SAÚDE
A biotecnologia é uma ferramenta e, como tal, deve ser cuidadosamente examinada.
Curar com as mãos
Levar em consideração o corpo inteiro e tratar diretamente a causa do problema são as principais
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados