Videntes e ouvintes

Data de publicação: 30/07/2014


Padre Zezinho, scj

 

Católicos, evangélicos e pentecostais andam divididos por causa dos seus irmãos ouvintes e videntes. Há quem diga que eles não viram nem ouviram nada e há quem aceite tudo o que dizem que veem e ouvem.

 

O tema é extremamente atual e mais polêmico do que se imagina. Católicos, evangélicos e pentecostais andam divididos por causa dos seus irmãos ouvintes e videntes. Há quem diga que eles não viram nem ouviram nada e há quem aceite piamente tudo o que dizem que veem e ouvem.  O Senhor me revelou, Jesus me disse, Maria me falou, Deus me mostrou, Jesus está me dizendo, Jesus mandou dizer, Maria quer este templo.”

Tais frases, em alguns grupos, se tornaram um divisor de águas e de fé.  Se você aceita sem questionar, eles também o aceitam. Dirão que você é de Cristo e tem unção. Admitem que Deus também o tocou. Se questiona, podem até reconhecer que você tem alguns valores, mas falta-lhe o essencial, que é crer que Deus está falando hoje aos seus profetas. E há os que o acusam de inveja, pacto com o demônio, falta de fé, desrespeito e dureza de coração. Ai do padre que ousar pôr em prática Jeremias 14,14, todo o capítulo 23 do mesmo Jeremias ou Mateus 24,23-28. Vai ver gente a fuzilá-lo com olhares de mágoa porque ousou questionar o vidente deles. Nem o bispo diocesano escapa. Desobedecem-no.

Para alguns fiéis está terminantemente proibido questionar os seus videntes ou ouvintes de revelações. Eles são inquestionáveis. Deus lhes fala, e eles passam as mensagens atuais de Deus à Igreja e ao mundo. Dá-se o mesmo nas Igrejas evangélicas. Ai do pastor que duvidar de seus colegas revelados. Simplesmente ignoram os bispos, os teólogos e os mestres e ficam com quem disse que está vendo e ouvindo.

 

Videntes? Como encarar este fenômeno que, de resto, explodiu muitas vezes no decurso da história da Igreja e das Igrejas? Por que os fiéis de vez em quando sentem necessidade desta certeza e alguns a encarnam dizendo que Jesus lhes aprece ou lhes fala dia sim ou dia não? Não basta o que está na doutrina milenar da sua Igreja? Por que o testemunho destes novos santos em carne e osso passa a valer mais? Aqueles santos viram no passado, mas o irmão “XR” e a irmã “RW” estão vendo agora... Jesus está dando um recado para este padre, esta freira, esta leiga, este pastor e esta pastora, e tal recado passa a valer mais do que os documentos do papa, dos bispos ou os estudos de centenas de teólogos. É que eles não viram nem ouviram...

Que Deus tenha falado aos patriarcas, aos profetas, aos apóstolos e a muita gente, a Igreja Católica admite. Se duvidasse de revelações e aparições teria que negar a Bíblia.  Que Deus esteja agora derramando o seu Espírito (cf. Jo 7,39) também é possível. Mas que todos os que dizem que Deus falou com eles estejam falando a verdade, isto se pode e se deve questionar. Nem todos os que dizem que viram, viram, e nem todos os que dizem que ouviram, ouviram. Se Jesus mandou tomar cuidado com tais profetas e questioná-los (cf. Mt 24,24) e se Paulo alerta os fiéis (cf. 2Tm 4,1-5;  2Ts 2,2) sobre esse tipo de pregador que passa por ungido e revelado, é porque é fácil se deixar enganar pela cara de santo deles. Jesus alerta que está avisando com antecedência. É como se dissesse: “Se querem crer neles, creiam, mas depois não digam que eu não avisei!”. 



Destaque:

Católicos, evangélicos e pentecostais andam divididos por causa dos seus irmãos ouvintes e videntes. Há quem diga que eles não viram nem ouviram nada e há quem aceite tudo o que dizem que veem e ouvem



 

 







Fonte: FC edição 930
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Jovens nem-nem
Jovens na faixa etária dos 15 a 29 anos que nem trabalham nem estudam.
Das ondas ao altar
Se pregava, era de todo coração; se surfava, era para encarar as maiores ondas.
Somos peregrinos
A Jornada Mundial da Juventude, realizada na cidade do Panamá, país da América Central
Um chamado que faz chamar!
Um chamado que muitas vezes é questionado e rejeitado por um bom tempo, até que se percebe como o profeta Jeremias, que é uma luta desigual
ENTRE JOVENS
Grande parte dos jovens entre 15 e 29 anos, em algum momento experimentou dupla jornada.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados