Ano A - 16 de novembro

Data de publicação: 14/11/2014

Cônego Celso Pedro da Silva
Arte: Sergio Ricciuto Conte

Ano A -16 de novembro de 2014
33º Domingo do Tempo Comum

Pr 31,10-13.19-20.30-31 − A mulher de valor.
Sl 127 (128) − Felizes os que temem o Senhor.
1Ts 5,1-6 − Que esse dia não vos surpreenda.
Mt 25,14-30 − Ele lhes confiou os seus bens.

Nem todas as mulheres gostam de ouvir a passagem do Livro dos Provérbios que fala da mulher forte, por entenderem que o Livro diz o que elas não fazem, e, por essa razão, pedem leitura semelhante para os homens. De fato, o texto elogia a mulher enquanto tal, a de ontem e a de hoje. O elogio é que importa. Aí está a mulher talentosa, que permanece de pé, tantas vezes sustentando de um lado os filhos e de outro o marido. Tal mulher forte, quem a encontrará? A pergunta não diz que não se encontra. Diz sim que, quando encontrada, estamos diante da mulher que é mulher, e não se engana com falsos encantos. Ela tem talento, e seu talento se vê por onde passa e onde põe as mãos.

Todos temos talentos. O mais ou o menos dependem da cultura que nos envolve e das circunstâncias. Dizia uma senhora no fim da vida que fez o que pôde, embora quisesse ter feito mais, e só não o fez porque não pôde. E por que não pôde? Faltaram os recursos, faltaram oportunidades, faltou compreensão, faltou colaboração e, às vezes, também a saúde. Só não faltou a vontade. Outro tentou mudar as circunstâncias por não serem elas favoráveis a ninguém. Não conseguiu, mas não morreu frustrado. Não conseguiu mudar as circunstâncias que, por sua vez, não conseguiram mudá-lo. Vontade não faltou de ambos os lados.

O Dia do Senhor virá como ladrão, de noite. Quando as pessoas disserem: “Paz e segurança”, então, de repente sobrevirá a destruição. Assim é a nossa existência. Agora sim, temos paz, agora sim estamos seguros, e, de repente, tudo se desfaz. Olhando para o fim dos tempos, quando prestaremos conta dos talentos recebidos, somos instigados a vigiar, a nos manter sóbrios e acordados, e a produzir.

O verbo produzir pode nos levar rapidamente ao verbo lucrar, e pensarmos na importância da boa administração dos bens deste mundo para haver prosperidade. Então poderemos dizer “paz e segurança”. A parábola usa a imagem do dinheiro e do lucro bancário para significar produtividade. Destaca-se, porém, aquele que não produziu nada. Surgem aqui as duas faces da mesma moeda. Podia ter produzido. Teria aumentado a riqueza desonesta do patrão e conquistado a sua amizade. Ele não produziu, infelizmente por medo. Podia não produzir para se opor com firmeza, não com medo, é desonestidade do patrão. Sofreu as consequências de um servo inútil. O talento era pouco, e o patrão era mau, por isso fiquei com medo. A desonestidade do patrão não é argumento para que eu não produza nada. A denúncia requer ação.

A mulher dos Provérbios nos encaminha para o serviço. Temos talentos para servir, cada um dentro de sua medida. O mal do mundo e as dificuldades da vida não podem servir de desculpa para a inutilidade e a mediocridade. Se lhe fecham a porta, abra a janela. Não medimos as pessoas simplesmente pelo que produzem, sabendo que nem tudo depende do nosso querer. Não querer produzir nada e encostar-se no barranco pode significar um grito, não de protesto, e sim de socorro. Não há ninguém com talento para ajudar este inútil a ver, a mover-se, a acordar, a curar-se? O talentoso não julga pela aparência. Ele vê em profundidade e pode ver os vermes que corroem o corpo de quem parece inútil.

Leituras e Salmos
17 a 22 de novembro

2ªf.: Ap 1,1-4; 2,1-5a; Sl 1; Lc 18,35-43.
3ªf.: Ap 3,1-6.14-22; Sl 14 (15); Lc 19,1-10.
4ªf.: Ap 4,1-11; Sl 150; Lc 19,11-28.
5ªf.: Ap 5,1-10; Sl 149; Lc 19,41-44.
6ªf.: Zc 2,14-17; Cânt.: Lc 1,46-55; Mt 12,46-50.
Sáb.: Ap 11,4-12; Sl 143 (144); Lc 20,27-40.




Fonte: Família Cristã 946 - Out/2014
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doença celíaca
Doença do intestino delgado, autoimune, crônica, causada por uma reação ao glúten
TOD à luz da escuta de Baco
Transtorno Opositivo Desafiador, conheça esta doença
Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados