Ser é mais que fazer

Data de publicação: 22/04/2015

 

A conversão é primeiramente uma atitude de mudança interior, de dentro para fora, de mudança de pensamento, de propósito, de sentido à vida
Reginaldo Carreira

Conversão – ser é mais que fazer! O que faço vai passar: meus títulos passarão, meu lugar específico de hoje na empresa, na faculdade, na Igreja, e até na minha família, vai passar... Ficarão apenas as atitudes que demonstraram de verdade quem eu sou. Por isso aprendemos que o que torna impuro o homem é o que sai do seu coração não o que entra.
Se olharmos mais a fundo, como o tempo quaresmal nos propõe a olhar, entenderemos que, especialmente para quem nos ama de verdade, o mais importante nunca será o que fizermos, mas o que formos. E, se assim é, imagine diante de Deus, Aquele que “não precisa de nós”, embora quis precisar. Imagine como Ele nos vê. Ele nos vê na essência, no que somos de fato. Podemos até dizer, de forma mais bíblica e profunda: vemos a aparência, Deus vê o coração (cf.1Sm 16,7). Por isso a conversão tem um valor extremamente mais profundo do que a importância que lhe damos muitas vezes. Não é apenas uma mudança de comportamentos e atitudes exteriores, embora essa seja uma parte da conversão, mas a conversão é primeiramente uma atitude de mudança interior, de dentro para fora, de mudança de pensamento, de propósito, de sentido à vida, uma transformação interior (cf.Rm 12,2), que norteia o pensar e as decisões segundo o critério do Evangelho, uma metanoia, palavra grega que significa mudança interior. Por isso um dos momentos mais profundos em que a palavra conversão está presente em nossa liturgia é a Quarta-Feira de Cinzas, em que ouvimos: convertei-vos e crede no Evangelho! Estas duas coisas estão interligadas: conversão e fé.

Conversão e fé − Não há como nos converter, de forma real e profunda, sem uma fé real e profunda. Da mesma forma, não há como crescer na fé, sem passos concretos de conversão. E, como foi dito anteriormente, a conversão não se dá apenas quando mudamos nossos comportamentos, mas sim quando nosso interior se transforma. Nossas boas ações, nossa gentileza e nossa caridade podem estar muitas vezes motivadas ou sustentadas pela necessidade de agradar a todos, sermos aceitos, passarmos uma boa imagem. Na verdade isso não é totalmente ruim... Isso ajuda na boa convivência, e, quando tomamos consciência disso, podemos purificar nossas motivações e seguir adiante. Mas se o assunto é conversão, no sentido interior, que é intrínseco à essa palavra, aí as coisas mudam.  Dessa forma: nossas boas ações, nossa gentileza, nossa caridade e nossa oração estarão motivadas e sustentadas pela vontade de ser de Deus, de agradá-lo, de buscar seu Reino. Se assim for, tudo o mais virá por acréscimo (cf.Mt 6,33). Faremos o bem aos outros, pois, sem a preocupação de agradar a todos, poderemos dizer sim quando é sim, e não quando é não, entendendo que fazer o bem nem sempre é concordar gentilmente com tudo e todos; entenderemos que fazer caridade não é apenas dar um alimento, mas promover a justiça, denunciar a injustiça, o que não agradará a todos, mas com certeza fará o bem real que constrói o Reino de Deus no mundo; entenderemos que, para fazermos o bem, teremos que primeiro buscar sermos bons, para que nossa boca fale do que o nosso coração estiver cheio (cf.Mt 12,34) e nossas mãos realizem o bem que nosso interior decidiu. Por fim, nunca é demais relembrar que a conversão é a cada dia.









Fonte: FC ediçao 951-MAR 2015
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Das ondas ao altar
Se pregava, era de todo coração; se surfava, era para encarar as maiores ondas.
Somos peregrinos
A Jornada Mundial da Juventude, realizada na cidade do Panamá, país da América Central
Um chamado que faz chamar!
Um chamado que muitas vezes é questionado e rejeitado por um bom tempo, até que se percebe como o profeta Jeremias, que é uma luta desigual
ENTRE JOVENS
Grande parte dos jovens entre 15 e 29 anos, em algum momento experimentou dupla jornada.
Sonho desperto
Jovens de diferentes estados do Brasil, focados no coletivo, buscam uma carreira e uma profissão
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados