Edição de outubro 2011

Data de publicação: 30/06/2015

Revista Família Cristã - Outubro 2011

A educação que precisamos

Mais na qualidade de editor do que propriamente escritor, Monteiro Lobato um dia escreveu que um país se faz com homens – entendendo-se aí, por extensão, mulheres e crianças – e livros. Sem querer reduzir ao stricto sensu o aforismo do autor seria melhor interpretar que um país sem pobreza é construído, na verdade, com a participação de toda a sua sociedade e com educação, sendo essa alimentada por todos os meios possíveis que o ser humano possa inventar: políticas públicas efetivas e universais, educadores capacitados e motivados, e educandos com acesso livre e democrático a todos os bens e veículos que sejam portadores de formação, informação e, principalmente, ensinamentos. Inclusive, claro, livros.
A educação está sim nos bons livros. Mas esses pouco podem valer se as mãos em que forem depositados não tiverem sido ensinadas a valorizá-los e amá-los. O que faz lembrar um irônico poema do francês Victor Hugo em que um homem é condenado por queimar uma biblioteca inteira e destruir a sabedoria ali acumulada por séculos. “Então você esqueceu que o seu libertador é o livro?” – diz o poeta, ao que o homem responde:  “Eu não sei ler”. E o réu virou vítima, para vergonha de quem o acusou. No Brasil, não é novidade, por omissão do poder público e indiferença de entidades privadas há milhões de vítimas nessa situação. Muitas delas, crianças e jovens! Ensinar e educar precisa vir antes de fabricar livros, tablets ou notebooks. Ensinar bem, de forma universal, irrestrita e acessível a todos – homens e mulheres, pobres e ricos – precisa ser a pedra fundamental na construção de um País que almeja ser grande.

Nesta edição

Família A Igreja doméstica de Maria Jocelina e Alex Müller

Educação Uma relação de amor e cumplicidade com a literatura

Cordel Um mês para homenagear a educação

Panorama São Tomé e Príncipe, um arquipélago habitado por um povo irmão

Entrevista Luciana Bertachini e o encanto de cuidar

Enfoque
                                                                        
Páscoa teológica: os 40 anos da Teologia latino-americana

Cultura A leitura do impresso ao digital


Entre jovens Por uma cruz brasileira

Saúde Quando não mata, o Acidente Vascular Cerebral pode deixar marcas

Igreja Para viver e celebrar o Dia Mundial das Missões

Culinária Cozinhando com Aparecida

Opinião do leitor

Painel do leitor

Juventude e fé Saber calar e saber falar!

Filhos Brincar para crescer

Pastoral familiar Vidas transformadas

Comportamento Viver a rotina

 Agitação Em peregrinação

 Maturidade Apreender grande

Bioética Suicídio Assistido (3)

Ecossaúde Energia solar, mil-folhas e o cultivo de lírios

Paz inquieta Minha irmã evangélica

Formação litúrgica O que é e para que o Batismo

Espiritualidade A mítica das romarias

Cáritas Esperança que não decepciona

Testemunho de fé História de fé escrita com sangue

Fatos

Política Agosto em chamas

Cidadania Educação, direito fundamental

Página livre Ser professor!

Trabalhos manuais Nécessaire para crianças

Encarte Namoro (3) Já sei namorar! Será?

Evangelho na comunidade

de novembro Solenidade de Todos os Santos
13 de novembro 33º Domingo do Tempo Comum
20 de novembro Solenidade de Cristo Rei
27 de novembro 1º Domingo do Advento

Encarte Namoro (3)  Já sei namorar! Será?









Fonte: Edição 910, outubro de 2011
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Revista FC Março 2019
A edição de março da revista Família Cristã chega até você com matérias ricas
Ao sabor da abóbora japoneza
No Brasil, conforme os estados, a moranga é conhecida também como jerimum.
O sonho de salvar vidas
Atendimento médico, odontológico, terapias alternativas e psicológicas etc. é o que propõe o Projeto Saúde de Solidária ao atender a população ribeirinha da região do Marajó (PA)
Arte e natureza se fundem no I
Visitantes têm experiências múltiplas em um dos maiores centros de arte contemporânea a céu aberto do mundo
Um chamado que faz chamar!
Um chamado que muitas vezes é questionado e rejeitado por um bom tempo, até que se percebe como o profeta Jeremias, que é uma luta desigual
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados