Pecadores e transgressores

Data de publicação: 24/04/2017

Por Padre Zezinho, SCJ


O ser humano errou, erra e vai errar sempre, por mais santo que seja, erra,
é o que diz a Bíblia, o Alcorão e todos os que descreveram ou analisaram o comportamento humano através dos tempos


É triste, mas é verdade. O ser humano errou, erra e vai errar sempre. Por mais santo que seja, erra. É o que dizem os Upanishads, a Bíblia, o Alcorão, os filósofos famosos e praticamente todos os que descreveram ou analisaram o comportamento humano através dos tempos.
A Bíblia começa com alguns elogios ao ser humano e, logo após, conta em detalhes os seus três primeiros pecados: quiseram ser deuses, não admitiram seu erro, um jogou a culpa no outro. E não se omite em nada, contando em detalhes os erros até dos grandes santos e patriarcas daquele tempo. Soberba, avareza, luxúria, ira, gula, inveja, preguiça, fratricídio, traições, massacres, estupros, opressão, escravidão, assassinatos, corrupção; a lista é interminável. Leiamos o primeiro capítulo da Carta de Paulo aos Romanos e o capítulo três da Segunda Carta de Paulo a Timóteo, para vermos o que o apóstolo pensava do passado e do futuro. Para Paulo, o pecado sempre existirá, e os pecadores sempre existirão; tomarão conta até das igrejas.  Por isso, ele deu aquele grito sobre a força do pecado, que poderia ser o de todo e qualquer ser humano. Imagine Paulo pregando, porque é isso o que ele diz naquela carta:
               
“Não consigo nem sequer entender o que faço. Não faço aquilo que eu quero, mas o que mais detesto. Quero ser  bom, mas acabo fazendo o mal. O bem não mora em meus instintos egoístas. Querer o bem faz parte de mim, mas não consigo fazê-lo porque há pecado em mim e os instintos levam a melhor. No meu íntimo eu amo a lei de Deus, mas meu corpo vai em direção oposta. No caminho para o bem, dou de cara com o mal. Pobre de mim. Quem me livrará dessa dualidade contraditória que me mata lá por dentro? Agradeço a Jesus porque, sem Ele, eu não conseguiria resolver este dilema!” (Rm 7,15-25).
                 
Explicando isso, o mesmo Paulo diz aos romanos que a criação está gemendo e sofrendo seu eterno parto (cf. Rm 8,22-24) ) e que Deus, que não para de nos dar a sua luz e de nos dar à luz, está nos levando ao bem, só que isso demora. Por enquanto, possuímos apenas os primeiros frutos desse projeto que seu Espírito vai implantando em nós. Temos que ter esperança.  Um dia isso vai mudar, mas demora. Enquanto isso, a gente tem que lutar para pecar o menos possível, posto que o pecado nos tenta todos os dias.  Se Deus está conosco, quero ver quem vai levar a melhor contra nós? Temos que nos entregar à esperança e à perseverança, porque isso nos mantém em Deus (cf. Rm 15,1-13).    
É de Jesus o aviso: “Confiem em mim. Eu venci o mundo!”. Por mais difícil que seja, Eu vou estar com vocês. Enquanto isso, é bom que não nos iludamos. Estamos todos sujeitos a cometer pecados e até pecados graves. Que ninguém caia na conversa de quem diz que, se você entrar para o grupo deles, você estará salvo. Estão mentindo para fazer adeptos. É Paulo, outra vez, avisando que temos que operar com temor e até tremor a nossa salvação. Sair do poço não depende só dos outros. Tem que haver conversão permanente e esforço pessoal. Livres de pecado? Só depois da morte. Aqui, somos pecadores, mesmo que tenhamos cabeça torta e cara de anjo sem asa. Quem está de pé, que se cuide. Um pouco de humildade não faz mal para ninguém!  Cuidado com o  “já estou salvo” de certos pregadores de televisão... Não leram direito o Livro Santo!







Fonte: FC edição 950 - Fevereiro 2015
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Evangelização, sim!
Para Francisco, a evangelização não pode confundir-se com o clericalismo nem com o proselitismo.
O Anjo Bom do Brasil
Irmã Dulce,a religiosa que conquistou o coração do povo brasileiro será canonizada.
Mesa da Palavra
13º. Domingo do Tempo Comum - Ano C • 30 de junho de 2019 - Solenidade de São Pedro e São Paulo
Mesa da Palavra
A fé cristã professada pela Igreja Católica é de tal forma complicada, que só pode ser verdadeira.
Mesa da Palavra
Solenidade de Pentecostes.Quando ele vier, conduzirá os discípulos à plena verdade.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados