Marco Frisina no Brasil

Data de publicação: 08/05/2019

Por, Lucas Abib e Luciana Sales de Oliveira
Fotos Juliene Barros
Em sua primeira visita ao país, Monsenhor Marco Frisina passa por várias cidades, faz conferências, concertos, lançamento de CD e celebrações
No período de 8 a 22 de março de 2019, o Brasil recebeu a visita do Monsenhor Marco Frisina, compositor e maestro de música Sacra. Nascido em Roma e ordenado sacerdote no ano de 1982, Frisina atualmente é presidente da Comissão Diocesana para a Arte Sacra e dos Bens Culturais e consultor do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.
Responsável por muitos cânticos litúrgicos conhecidos mundialmente, ele descreve a importância do canto na liturgia: “Cantar não significa se exibir ou embelezar a liturgia com o nosso canto; significa, em vez disso, testemunhar com tudo de si a nossa fé e o nosso amor. A música eleva os corações e nos une aos nossos irmãos, fazendo-os experimentar o milagre da comunhão. O canto molda em nós a imagem do orante perfeito, daquele que faz da própria vida um canto de amor a Deus”, ressalta o maestro e compositor.
Uma grande contribuição de Frisina para a Igreja é o trabalho com o coro da diocese de Roma, fundado por ele no ano de 1984, com o intuito de animar as liturgias mais importantes da diocese, algumas das quais presididas pelo próprio Papa Francisco.
Suas canções podem ser encontradas em diversas línguas. “É sempre uma grande emoção saber que muitos poderão rezar com as minhas canções. Eu as ouvi em vários idiomas, como: alemão, aramaico, chinês, espanhol e português. Em minhas composições, busco aplicar o que a Igreja nos pede, respeitando os seus critérios fundamentais, a fidelidade e a tradição. E que mesmo na modernidade de 2019, a música sagrada respire o hoje da Igreja, mas sempre ancorada na tradição, que é própria da Igreja”, enfatiza o maestro.
Frisina conta que ao chegar ao Brasil descobriu um grande país, com possibilidades extraordinárias, com uma natureza maravilhosa e um povo fantástico, não somente por ser famoso pela sua felicidade, mas por que tem a oportunidade de mostrar ao mundo que é possível conviver juntos, unidos, com as diferenças e etnias.
Congresso de música sacra – O evento aconteceu entre os dias 15 e 17 de março, no Colégio São Luís, no Bairro da Consolação (SP), e reuniu cerca de 600 participantes de diferentes lugares do Brasil e do exterior.
Em suas conferências, Monsenhor Frisina falou sobre temas como: a oração dos Salmos; a diferença entre a liturgia do templo e a liturgia cristã; a distinção entre música sacra e música litúrgica; a dimensão da Igreja, entre outros assuntos importantes até então pouco discutidos na Igreja Católica do Brasil.
Felipe Bernardo, diretor e regente do coro da Schola Cantorum do Pateo do Collegio, localizado em São Paulo, capital, descreve a importância dessa visita de Frisina e do evento: “Teremos muitos frutos com a vinda dele; que as palavras proferidas ecoem em todas as paróquias, nas outras dioceses e nos corações de tantos músicos da nossa Igreja Católica. Que possamos selecionar música de qualidade dentro da liturgia na nossa Igreja Católica no Brasil”.
Homenagens – Na noite de sábado, 16 de março, os congressistas e convidados acompanharam um concerto de música sacra que marcou o lançamento do CD gravado por Paulinas – COMEP: “Eis-me aqui, Senhor”, com a presença de seis coros, com os seus respectivos diretores e regentes, que juntos formaram um único coro com 200 vozes, acompanhados de uma orquestra com 45 músicos, todos sob a regência de Monsenhor Marco Frisina. A noite foi de interpretações e homenagens ao compositor e dele para com os presentes e o Brasil, através das interpretações de músicas como “Hino a Nossa Senhora Aparecida” e “Aquarela do Brasil”.
No domingo, monsenhor fez a última conferência e a missa conclusiva, concelebrada por padres que participaram do congresso. Padre Alberto Contieri, diretor do Pateo do Collegio e um dos participantes, falou sobre a música sacra na liturgia: “A música sacra não é um acessório na ação litúrgica, ela é parte constitutiva da liturgia propriamente dita, deste modo, podemos afirmar que não se canta na missa, não é um lugar de apresentação, mas a missa é cantada. Nesse sentido, a música sacra é da natureza da própria liturgia, é da natureza do rito através do qual nós celebramos o mistério central do Cristianismo, que é o mistério de Nosso Senhor Jesus Cristo, seu mistério pascal, mistério da Paixão, morte e ressurreição”, destacou o sacerdote.
Canções de Frisina em português – Durante o congresso, foi realizado o lançamento do CD “Eis me aqui, Senhor”, um álbum que traz canções da autoria de Marco Frisina, que apresenta uma missa e um hino em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. Ele resgata a tradição dos corais de canto litúrgico e reúne uma coletânea de cantos de sua autoria, traduzidos pela primeira vez para o português, no intuito de conduzir o louvor a Deus, auxiliado por alguns textos extraídos da Sagrada Escritura e por orações de santos, tais como Santa Faustina Kowalska e Santo Inácio de Loyola.
Irmã Verônica Firmino, produtora musical do CD, ressaltou a importância das canções: “Monsenhor Marco Frisina é um compositor riquíssimo, que tem uma espiritualidade profunda e vem somar, despertar e motivar os grupos que colaboram na liturgia, para que possam melhor se colocar a serviço. Acreditamos que, tendo o CD em mãos, as pessoas podem ouvir, rezar e se aproximar mais de Deus”, disse a religiosa.
Clayton Dias, diretor e regente do Coro da Arquidiocese de Campinas (SP), participou da obra das canções do maestro e compositor, e enfatizou que a vinda de Marco Frisina coroou todo o processo de produção, gravação e lançamento do CD “Eis- me aqui, Senhor”. “Suas palavras, falando da inspiração das canções, nos permitiram vivenciar de maneira muito espiritual tudo aquilo que havíamos registrado no CD. Sua música é imbuída de espiritualidade, pois ele é um compositor que alia a técnica de composição à oração, criando assim uma música para a celebração, orante, cheia de significado espiritual, capaz de fazer com que crianças, jovens e adultos participem da celebração com entusiasmo, alegria e fé”, contou o regente.
Rodapé da matéria
O CD e o caderno de partituras estão disponíveis para a venda no site: paulinas.com.br, nas plataformas digitais Spotify, Deezer, iTunes e Google Play, através da central de atendimento: 0800 70 100 81 | (11) 94569-0240 (WhatsApp), e nas livrarias Paulinas de todo o Brasil. Se preferir acesse AQUI





Fonte: Revista Família Cristã, edição 1001, Maio de 2019
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Um gigante no sertão
Estátua dedicada a padre Cícero, em Juazeiro do Norte (CE), completa meio
Um olhar que viu
Tatiana Belinky, nome importante no mundo da literatura no Brasil, celebra centenário de nascimento.
Os doze profetas que encantam
As esculturas de Aleijadinho, em Congonhas do Campo (MG), fazem parte do maior museu a céu aberto
Arte e natureza
Visitantes têm experiências múltiplas em um dos maiores centros de arte contemporânea a céu aberto do mundo
Panorama
Uma cidade pequena, conhecida como a "Assis brasileira", vive da fé de milhares de romeiros.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados