Evangelho na comunidade

Data de publicação: 18/07/2014

Texto: Cônego Celso Pedro da Silva - celsopedro@uol.com.br
Arte: Sergio Ricciuto Conte - sergioriciuttoemail.it


Ano A – 20 de julho de 2014

16º Domingo do Tempo Comum

Sb 12,13.16-19 – Concedei o perdão aos pecadores.

 Sl 85 (86) – Ó Senhor, vós sois bom, clemente e fiel.

Rm 8,26-27 – O Espírito intercede por nós.

Mt 13,24-43 – Deixai crescer um e outro até a colheita.

 



O capítulo 13 do Evangelho de São Mateus é o capítulo das parábolas. Elas nos dizem com que podemos comparar o Reino dos Céus. A parábola é uma pequena história, e dessa história você tira conclusões. Não é uma forma didática de se dizer as coisas com mais clareza, pois Jesus falava em parábolas para os de fora e explicava tudo em particular para os seus discípulos. Por que dar explicações em particular se a parábola já tinha sido clara? Na realidade, a parábola é polêmica. Ela contém uma crítica que o bom entendedor entende. Ele sabe que o que está sendo dito é para ele ou para o seu grupo de pensamento e de atitudes. Ela precisa de explicação porque sua crítica não atinge a todos.

A expressão “Reino dos Céus” era conhecida pelos judeus do tempo de Jesus, e é usada por eles ainda hoje. Jesus falava do Reino dos Céus ou Reino de Deus, mas nunca disse o que é o Reino de Deus. Ele diz que o Reino dos Céus pode ser comparado com alguém ou alguma coisa. Jesus usava exemplos que o povo conhecia. Foi assim que Ele comparou o Reino dos Céus com um homem que semeia boa semente de trigo em seu campo. Um inimigo vem e semeia um trigo falso, chamado joio, erva daninha parecida com o trigo que pode prejudicar o trigo verdadeiro. Os plantadores separavam o joio do trigo. Na parábola contada por Jesus, o dono da plantação manda que não se arranque o joio para não se arrancar com ele o trigo bom. Que deixem os dois crescerem até o tempo da colheita. Então, sim, o joio será separado do trigo e queimado. Em casa, Jesus explica aos discípulos que Ele mesmo coloca no mundo aqueles que pertencem ao Reino, mas o diabo também coloca no mundo os escândalos e os que “fazem a anomia”. Anomia para os sociólogos é “o estado de uma sociedade caracterizada pela desintegração das normas que regem a conduta dos homens e asseguram a ordem social”. É “uma condição em que tanto a eficácia social como a moralidade cultural das normas tendem a zero”. É o resultado da impunidade. A parábola contém um chapéu que cabe na cabeça de alguém. Ao bom entendedor meia palavra basta. Em que cabeça entra o chapéu? A crítica está feita e se refere aos agentes do diabo, aos escândalos e à anomia. No fim dos tempos, estes serão lançados na fornalha, enquanto os justos brilharão como o sol no Reino do Pai.

Para brilhar, “o justo deve ser humano”, lemos no livro da Sabedoria. É humano aquele que ama o seu próximo que também é humano. É o filantropo, como está escrito no texto grego. O proprietário do campo e seus funcionários têm força e poder para arrancarem o joio, mas não o fazem. Poderão arrancá-lo a qualquer momento, mas pacientam, dão tempo ao tempo, pois o tempo não poupa o que se faz sem ele. Aos agentes do poder demoníaco se concede tempo para uma verdadeira conversão, até que o tempo se esgote. A concessão, porém, não é inerte, pois o “Espírito vem em socorro da nossa fraqueza” e nos desperta. O joio foi semeado enquanto dormiam. O Espírito nos desperta e nos torna vigilantes. Não protegemos o trigo isolando-o. Estamos, porém, atentos para que a proximidade do joio não o corrompa. O fermento, que não vai sozinho à massa, conta com nossas mãos que sabem que o Reino cresce como a semente de mostarda.

 

 

Leituras e Salmos

 21 a 26 de julho

2ªf.: Mq 6,1-4.6-8; Sl 49 (50); Mt 12,38-42.

3ªf.: Ct 3,1-4a ou 2Cor 5,14-17; Sl 62 (63); Jo 20,1-2.11-18.

4ªf.: Jr 1,1.4-10; Sl 70 (71); Mt 13,1-9.

5ªf.: Jr 2,1-3.7-8.12-13; Sl 35 (36); Mt 13,10-17.

6ªf.: 2Cor 4,7-15; Sl 125 (126); Mt 20,20-28.

Sáb.: Eclo 44,1.10-15; Sl 131(132); Mt 13,16-17.






Fonte: FC edição 942
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Doença celíaca
Doença do intestino delgado, autoimune, crônica, causada por uma reação ao glúten
TOD à luz da escuta de Baco
Transtorno Opositivo Desafiador, conheça esta doença
Doenças autoimunes
Quando nosso sistema imunológico se desequilibra, entram em cena as doenças autoimunes
Você cuida bem da sua audição?
A saúde da nossa audição é também questão de bem-estar
Sinusite ou rinite?
Tanto a sinusite como a rinite são inflamações que afetam as mesmas regiões do corpo.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados