Conselho do Governo da Igreja

Cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga S.D.B., Arcebispo de Tegucigalpa (Honduras), tem a função de Coordenador no grupo de cardeais composto para aconselhar o governo da Igreja para estudar um projeto de revisão da Constituição Apostólica Pastor Bonus, do Papa João Paulo II, sobre a Cúria Romana, refere um comunicado da Secretaria de Estado.O Papa Francisco, formou o grupo atendendo a uma sugestão advinda no decorrer das Congregações Gerais antes do Conclave.

O grupo é formado pelos cardeais:

- Giuseppe Bertello, Presidente do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano
- Francisco Javier Errazuriz Ossa, Arcebispo emérito de Santiago do Chile
- Oswald Gracias, Arcebispo de Mumbai (Índia)
- Reinhard Marx, Arcebispo de Munique e Fresinga (Alemanha);
- Laurent Monsengwo Pasinya, Arcebispo de Kinshasa (República Democrática do Congo)
- Sean Patrick O’Malley. O.F.M. Cap., Arcebispo de Boston (EUA);
- George Pell, Arcebispo de Sidney (Austrália)
- Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga S.D.B., Arcebispo de Tegucigalpa (Honduras), com a função de Coordenador

Faz parte também do grupo o Bispo de Albano (Itália), Dom Marcello Semeraro, com a função de secretário.

A primeira reunião coletiva do grupo foi fixada para os dias 1º, 2 e 3 de outubro de 2013. Todavia, desde já, Sua Santidade está em contato com os integrantes do mencionado grupo.

O Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, disse na coletiva realizada neste sábado que o Papa mostrou ter recebido as sugestões que o Colégio Cardinalício manifestou durante as Congregações Gerais em preparação do Conclave.

"Este é um grupo convocado para aconselhar. Quem realmente ajuda o Papa a governar a Igreja todos os dias com suas diferentes competências é a Cúria Romana, ou seja, os colaboradores estáveis e permanentes no governo da Igreja que acompanham o Papa. Parece-me importante ressaltar isso a fim de evitar discursos não pertinentes de colocar em segundo plano o serviço da Cúria ou a diminuição de suas responsabilidades. A Cúria permanece com todas as suas competências e com todas as suas responsabilidades", destacou Pe. Lombardi.

"Fala-se da primeira reunião em outubro, então não é um grupo que deve se reunir de maneira acelerada, com a sensação de emergência. Faltam ainda muitos meses para a primeira reunião. Provavelmente passarão meses entre uma reunião e outra. No entanto, isso deve ser decidido pelo Papa no primeiro encontro", frisou ainda o jesuíta.

Pe. Lombardi disse que o Papa, neste momento, está fazendo seu trabalho de conhecimento da Cúria Romama, de seus colaboradores. Estão previstas audiências com os prefeitos das Congregações e vários organismos vaticanos.




Fonte: CNBB
Postado por: Família Cristã




Comentários


Comente





Compartilhe este conteúdo:


Veja Também

Viva o México!
O México possui uma gastronomia muito variada, com diferentes pratos típicos, doces e bebidas
Algo fora do lugar
A endometriose é a responsável por até 45% das causas de infertilidade feminina.
Seu Chiquinho Barbeiro
Aos 12 nos começou na barbearia do tio, seu primeiro corte de cabelo foi em seu pai
Eu tenho um sonho
Meus amigos, apesar das dificuldades e frustações eu vos digo: eu ainda tenho um sonho.
Liturgia da Palavra
18 de novembro de 2018 - 33º Domingo do Tempo Comum - Ano B - Liturgia da Palavra
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Próximo Final

Termos mais pesquisados

Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados