BUSCA

Um convite à sensibilidade para viver melhor

Data de publicação: 21/09/2006

imprimir

Trailer



Quando queria estar com Deus, David tinha tanta liberdade corporal que podia encontrá-LO dançando...

Já reparou como sempre prestamos atenção apenas às coisas que nos incomodam, somente às partes do corpo que nos incomodam, causam dor ou nos dão prazer? A criatividade e o pensamento positivo podem nos imunizar. Estão ali prontos, mas, se não os estimulamos, ficam inertes, sem movimento, deixando-nos apáticos, sem viço. É o pensamento que conduz o corpo, que precisa de espiritualidade.

Mas, se já somos de Deus e estamos nele, nosso corpo precisa mesmo de espiritualidade? No livro Espiritualidade - consciência do corpo na comunicação, Ir. Zélia Patrício discute o processo de autoconhecimento como a chave para vivermos melhor e propõe trabalhar com a sensibilização, pois ela ajuda a recuperar a auto-estima. "Eu só dou o que tenho. Se não me sinto, se não me percebo, não posso despertar minha auto-estima".

Ela sugere, ainda, recuperarmos o lado lúdico, resgatar a criança interior que brinca, chora, ri. O que importa é perceber essa criança em cada um de nós e obter dela respostas para a vida. Não tenha vergonha. Aprenda com as crianças. Elas têm o segredo do tempo, o segredo da vida. Não têm medo do ridículo nem de manifestar o seu afeto.

Ressalta, também, a falta de projetos de vida. Queremos apenas resultados e não prestamos atenção no processo. O agora é o chão que estamos pisando. Atropelamos tudo para chegarmos aos resultados. A intenção de tudo isso é a de transformar o ser humano cada vez mais em máquina e tornar a máquina cada vez mais próxima do ser humano. Depende de nós repensarmos nosso tempo e nossos valores.

Há que se ter um sentido da vida. O que importa é cada um descobrir em que estágio se encontra e qual a sua fonte de nutrição, seja a música predileta, o seu ninho/caverna, um lugar onde a solidão não o assuste, uma boa leitura, um mantra, a companhia de um anjo, o abraço de um amigo, uma frase positiva, a leitura de um salmo ou de uma citação bíblica.

Com este manual de Ir. Zélia, o SEPAC aposta na necessidade intrínseca de cada um de se perceber sujeito no mundo e de fazer acontecer a comunicação a partir de seu interior. As propostas foram selecionadas entre as utilizadas na prática da vida da autora e, especialmente, da vivência dos grupos orientados por esta metodologia.

Titulo: Espiritualidade - Consciência do corpo na comunicação - Laboratório
Autoria: SEPAC - Serviço à Pastoral da Comunicação
Editora: Paulinas
Preço: R$ 10,50
Formato: 13,5 x 20,0
Páginas: 64
Código: 51029-7
ISBN: 85-356-1816-3

Sala de Imprensa
Malu Delmira, Ir. Sofia, fsp e J. Fátima Gonçalves
e-mail: imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

O rádio como apoio ao anúncio da Palavra
Este livro é um subsídio destinado a quem faz programas religiosos no rádio e deseja contribuir para que seus ouvintes conheçam melhor a Palavra de Deus.

A questão ambiental lado a lado com o progresso
O livro "A consciência ecológica na administração" se propõe a contribuir com empresas, poder público e todos os que se interessam pela preservação do meio ambiente, sem a necessidade de abrir mão do progresso.

Ver o mundo como uma gostosa brincadeira
Em "Badulaques e Traquitanas", a construção sutil de palavras e frases, em perfeita consonância e interatividade com as ilustrações do autor, permite ao jovem leitor a exploração de múltiplos significados.

A deficiência no cotidiano das crianças
Assim como entre várias espécies de flores ou de animais é possível observar características tão diferentes, também entre os seres humanos os traços étnicos ou biológicos identificam visualmente o quanto cada pessoa é única e especial - ou melhor, excepci

Até que a crise nos separe
Diante de tantas crises e da desilusão que parecem atingir tantos casais, ficam no ar as perguntas: O que aconteceu? Onde e quem cometeu o erro que destruiu os sonhos de um amor eterno? Muitas vezes, leva-se adiante uma relação por comodismo, hábito...

Início Anterior 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados