BUSCA

Fábio Monteiro vence o Prêmio Jabuti 2016

Data de publicação: 14/11/2016

imprimir

Trailer



“Cartas a Povos Distantes” (Paulinas) leva o segundo lugar na categoria Juvenil


O recifense Fábio Monteiro venceu o segundo lugar do 58º Prêmio Jabuti, mais tradicional troféu literário do Brasil, na categoria Juvenil com o livro “Cartas a povos distantes”, publicado pela Paulinas Editora em 2015.
A lista dos vencedores foi divulgada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) na sexta-feira, 11 de novembro.  A cerimônia de entrega do Jabuti acontecerá em 24 de novembro, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Neste dia, também serão revelados os vencedores dos prêmios de Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – Não Ficção.
“Este Jabuti é muito representativo para a minha carreira; é um reconhecimento ao trabalho que eu tenho feito, na luta pela formação de alunos, professores e leitores pelo Brasil. A alegria que eu sinto é enorme, principalmente porque a lista dos indicados ao prêmio era composta por grandes autores, com carreiras consolidadas e obras belíssimas”, conta o autor.
Com ilustrações de André Neves, “Cartas a povos distantes” conta a história de Giramundo, um inventivo menino que recebe uma carta misteriosa de “um amigo” de Luanda, Angola. Curioso, ele responde com muitas perguntas ao inusitado destinatário, na ânsia de descobrir seu nome, como é o lugar onde vive, qual é a sua história. Seu Joaquim, o dono da venda, português de Luanda, intermedeia o contato.
O autor, Fábio Monteiro, é formado em História pela Universidade Federal Rural de Pernambuco e especialista em História, Sociedade e Cultura, pela PUC-SP. Autor de “A menina que contava” e “Sertão”, também publicados por Paulinas, Fábio vive em São Paulo há tantos anos que até perdeu a conta.
Formado por especialistas de cada categoria, o júri do 58º Prêmio Jabuti foi indicado pelo Conselho Curador do Prêmio, composto por Marisa Lajolo, Antonio Carlos de Morais Sartini, Frederico Barbosa, Luís Carlos de Menezes e Pedro Almeida. A relação de finalistas foi validada pelo Conselho Curador e pela Auditoria Ecovis Pemom.


Ficha técnica do livro:

Título: Cartas a povos distantes
Autor: Fábio Monteiro
Ilustrações: André Neves
ISBN: 978-85-356-3909-4
Páginas: 96
Edição: 1
Ano: 2015
Idioma: Português
Formato: 19 x 23,0 cm
Código: 527262


Sobre Paulinas:

Paulinas Editora é parte integrante do projeto apostólico da Pia Sociedade Filhas de São Paulo, instituição religiosa católica fundada pelo padre Tiago Alberione, com a colaboração de irmã Tecla Merlo, na Itália, em 1915, com o objetivo de evangelizar na cultura da comunicação. Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural e religiosa, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para sete Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do país, conferido pela Câmara Brasileira do Livro. Diversas obras também receberam a menção “Altamente recomendável” ou indicações ao “Acervo básico” da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), entre outras distinções conferidas por associações literárias nacionais e do exterior.


Informações para a imprensa:
Luciana Sabbag
imprensa@paulinas.com.br
Tel.: 11 5081-9333 (ramal 9473)
Cel.: 11 98408-4490 (WhatsApp)


Fonte: Sala de Imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

A origem da Palavra de Deus em debate
Um encontro para ajudar os leigos a disseminar os ensinamentos de Cristo com mais propriedade e segurança em suas comunidades.

Um código mais que suspeito
Está explicado porque Dan Brown se recusa a participar de debates sobre o seu O Código da Vinci. Não teria mesmo como explicar, à luz dos próprios documentos que embasam sua obra, os diversos erros históricos e teológicos, a não ser o interesse em produzi

Vire a noite em uma balada com Electrocristo
No próximo dia 23, das 22 horas às 7 da manhã, a Represa de Guarapiranga vai servir de palco para a primeira rave católica do País

"A liturgia sem o silêncio é estéril, superficial, banal, vazia."
A manhã de 27 de maio, sábado, ficou curta diante do interesse e envolvimento dos cerca de 80 participantes do curso Comunicação na liturgia, a cargo do teólogo e filósofo Padre Agnaldo José.

Uma manhã mais que especial na Paulinas
Muita festa, dança e interação em um encontro de clientes, visitantes voluntários, enfim, muita gente especial.

Início Anterior 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados