BUSCA

Dia Nacional da Mulher

Data de publicação: 30/04/2019

imprimir

Trailer



Sensibilizada pela dura realidade de violência que milhares de mulheres enfrentam todos os dias, a Paulinas-COMEP lança o single “Mulher é muito mais”

Sabemos que uma canção é um “quase nada” diante desta triste realidade, mas acreditamos no poder da conscientização e da sensibilização por meio da música. Esta canção quer ser a voz de inúmeras mulheres que sofrem todos os tipos de violência: moral, física, verbal, sexual. Quer gritar para os agressores e violentos, para uma sociedade machista e para os meios de comunicação, que na maior parte das vezes nos impõem uma cultura hedonista, que a mulher é muito mais que um corpo, é um ser humano com os mesmos direitos do homem. A mulher não é um objeto de prazer. Ainda que a história a tenha retratado assim, que a arte a pinte e desenhe desse jeito e tantas canções a representem dessa forma, queremos gritar mais alto que a “mulher é muito mais”. Chega de violência, intimidações, ameaças, assédios! Ninguém é dono de ninguém, todo ser humano é livre e deve ser respeitado na sua integridade e dignidade.
Assinada pela Ir. Verônica Firmino, fsp, e por Adelso Freire, “Mulher é muito mais” tem uma melodia marcante e envolvente, mesmo abordando um tema delicado. A canção traz uma letra profunda e bem construída, falando da realidade de forma sensível e provocativa, sem ser agressiva, pois o objetivo não é provocar mais violência, mas conscientizar, gerar reflexão sobre estas atitudes que ferem, provocam cicatrizes na alma e até matam.
“Mulher é muito mais” é interpretada pelas cantoras Andréia Zanardi, Dalva Tenório e Karla Fioravante (do grupo Cantores de Deus), Marília Mello, Simone Brown, Fátima Sousa, Débora Pires (Comunidade Shalom) e Bell Rocha, que  dão voz a tantas mulheres sem voz, ou que já não conseguem mais falar, denunciar, gritar por socorro. Denunciam, mas também anunciam e cantam a beleza e a grandeza de ser mulher.
“Mulher é muito mais” é um convite para todos, homens e mulheres, nos darmos as mãos e construirmos um mundo mais humano. É um convite para unirmos nossas vozes para gritar contra toda forma de violência e para sermos solidários com todas as mulheres agredidas.


 

FICHA TÉCNICA:
Letra: Ir. Verônica Firmino, fsp
Música: Adelso Freire
Produção fonográfica: Paulinas-COMEP
Direção-geral e concepção do projeto: Ir. Eliane Deprá, fsp
Produção artística: Ir. Verônica Firmino, fsp
Arranjos e prog. eletrônica: Adelso Freire
Gravação e mixagem: Alexandre Soares
Assistente de estúdio: Vanderlei Pena

Clipe
Direção e fotografia: JC Nunes
Assistente de direção: Fabi Nunes
Produtora de vídeo: Nice Pixel Entertainment
Produção e arte: Juliene Barros
Iluminação: Lucas Abib e André Kawahala
Assessoria de imprensa: Luciana Sales




Fonte: Sala de imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Novo álbum de Adriana estréia na Saraiva Mega Store Ibirapuera
Cantora apresenta Jardim Secreto na noite do próximo dia 27 de agosto

Márcia Tiburi no terceiro Sarau Paulinas
Filósofa defende a filosofia como antídoto urgente para nossos tempos de crise.

"Tecendo memórias, gestando futuro", em nome da igualdade racial
Venha conhecer a história das Irmãs Negras e Indígenas Missionárias de Jesus Crucificado.

Segundo sarau de Paulinas traz Luis Felipe Pondé
Escritor, filósofo e ensaísta vai liderar o segundo encontro da série, na próxima quinta-feira, a partir das 19h.

Intelectuais se reúnem para falar de Alceu Amoroso Lima
Encontro no auditório da Paulinas contou com presenças do filho e do neto de Tristão de Athayde

Início Anterior 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados