BUSCA

Passando a hora como eu passo

Data de publicação: 03/06/2008

imprimir

Trailer



Jovem acordeonista descobriu desde muito jovem sua vocação

Algumas pessoas descobrem a vocação ainda criança, brincando de bombeiro, veterinário, professor, maestro... Foi assim com o catarinense Bruno Moritz. Com quatro anos apaixonou-se pelo acordeom. A diferença é que não ficou só na brincadeira, e se valeu da companhia dos maiores mestres do instrumento no Brasil, para trilhar uma carreira meteórica.

Encarou pela primeira vez o palco aos seis anos, ao lado do mestre Sivuca, em Florianópolis; aos oito, tocou em Camboriú com Renato Borghetti e, aos dez, saiu em turnê com Sivuca por cidades catarinenses. Em 2005, lançou "Toque do Povo de Algum Lugar", CD independente em que mostra as várias facetas do acordeom passeando por vários ritmos brasileiros. Depois de um 2007 de premiações em concursos no Brasil e no exterior, o jovem acordeonista de 26 anos busca a consolidação da carreira com o segundo álbum Passando a hora como eu passo, por Paulinas-COMEP.

Em um ousado projeto unindo o antigo e o novo, o jovem músico pretende redefinir e mostrar a cara contemporânea do acordeom brasileiro, instrumento ligado às raízes de colonização de vários povos, e que, aos poucos, vem tendo redescobertas suas imensas possibilidades técnicas pelos músicos da atualidade.

As 14 músicas vão do tradicional choro às modernas harmonias, em solos de acordeom e piano, afinal, Bruno não ficou apenas com sua paixão de infância - toca também piano, violão, baixo, bateria, clarinete e flauta transversal. Nos arranjos e na direção musical, Bruno conta com o amigo Rafael Borgges, também responsável pelos violões, guitarras e cavaco. Oito músicas são de sua autoria: "Amanhecendo", "Forró Bachiano", "Sivuquiano", "Valsa Jazz nº 1", "Como antigamente", "Valsa ligeira", "Maria Cristina" e "Anoitecendo". O amigo Borgges empresta "Crispim", "Batiza tu", "Choro pra Tina".

O compositor Marinho do Acordeom faz dueto com Bruno em "Só alegria" e em "Um Tom pra Jobim", dele (Oswaldinho) e de Sivuca. Destaque também para a versão instrumental da canção "Vale Viver", de Padre Fábio de Melo. O CD traz, ainda, a participação de Celso de Almeida, (bateria); Jéferson Lescowich (Baixo acústico e elétrico); Júlia Donley (Flauta e pícolo) e Didi Maçaneiro (Percussão).

A parceria com Paulinas-COMEP não é nova. Bruno atuou como compositor, arranjador e produtor em várias produções da gravadora, como "Sou um Zé da Silva e outros tantos" , premiado com o Disco de Ouro, e "Enredos do meu povo simples", ambos de música raiz, interpretados por Pe. Fábio de Melo. O grande salto da carreira se deu em 2007, quando conquistou o 1º lugar no Concurso Latino-americano de Acordeon na cidade de Jaú- SP, e o 1º lugar na Etapa Brasileira do "Roland V Accordion Fest", representando o Brasil na Itália. Na final mundial, ficou em 4º lugar. Natural de Brusque, Bruno é formado em piano, pela ULM (Universidade Livre de Música), e composição pela USP (Universidade de São Paulo).


Título: Passando a hora como eu passo
Artista: Bruno Moritz
Editora musical: Paulinas-COMEP
Código: 119903
Preço: R$ 18,20

Sala de Imprensa
Paulinas-COMEP
Léo Guimarães, Taís González e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
divulgacao@paulinas.com.br
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

EP Louvores à Rainha do Céu
Para celebrar o mês de Maio, mês de Maria, das Mães e o ano Mariano, a Paulinas-COMEP lança o EP “Louvores à Rainha do Céu” com seis faixas, todo dedicado e com o tema principal a oração Salve Rainha.

Glorifica minha alma ao Senhor
A Paulinas-COMEP e o Santuário Nacional de Aparecida apresentam aos devotos da Mãe Aparecida o CD “Glorifica minha alma ao Senhor”, para a celebração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Amanhecer
Coletânea que conta toda a trajetória de vida e de experiência com a música do padre João Carlos.

Tudo por causa de um grande amor
Paulinas-COMEP apresenta o CD “Tudo por causa de um grande amor – Refrãos contemplativos”, de Ir. Miria T. Kolling.

Shekinah - Ministério Adoração e Vida
O novo disco do Ministério Adoração e Vida, “Shekinah”, traz 13 canções inéditas e uma versão em Italiano de “Hoje livre sou”. “Shekinah” é a resposta de Deus para o seu povo; é o consolo para quem sofre esperando pelo impossível aos olhos humanos.

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados