BUSCA

Sínodo da Amazônia recebe homenagem musical de compositor brasileiro

Data de publicação: 30/05/2019

imprimir

Trailer



Um local que não poderia ser mais inspirador: a vazante do Rio Juruá, especificamente na cidade de Itamarati (AM), Prelazia de Tefé. Foi nesse cenário que Antonio Cardoso colheu as primeiras ideias para compor a música “Pan-Amazônia Ancestral”, dedicada à encíclica do Papa Francisco Laudato Si' e ao Sínodo da Amazônia, a ser realizado no próximo mês de outubro, no Vaticano.
   
Com uma melodia característica da região amazônica e letra que visa alertar sobre as problemáticas do local, o compositor também teve o incentivo do bispo da prelazia, Dom Fernando Barbosa dos Santos, cm, que lhe confiou o documento preparatório do Sínodo. “Não escrevi nada nesta canção que não estivesse neste lindo e tão bem construído documento. [...] Eu olhava para o rosto deste bispo amazônico, em sua alegria de servir, e pensava comigo mesmo: neste ano, completo 40 anos de vida missionária com a nossa Igreja. Este foi o presente que o Senhor me deu: estar perto dessa linda caminhada da Igreja”, comemora o compositor.

A canção já está disponível nas plataformas digitais. Confira:  (iTunesGoogle PlaySpotifyDeezer)
Baixe a partitura da música Pan-Amazônia Ancestral aqui.




O Sínodo da Amazônia
Papa Francisco convocou, em outubro de 2017, a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para outubro de 2019, com o tema “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. O objetivo, nas palavras do pontífice, é “identificar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, especialmente dos indígenas, frequentemente esquecidos e sem perspectivas de um futuro sereno, também por causa da crise da Floresta Amazônica, pulmão de capital importância para nosso planeta”.
O objetivo é elaborar novos caminhos para e com a população dessa região: comunidades e zonas rurais, cidades e grandes metrópoles, ribeirinhos, migrantes e deslocados e, especialmente, os povos indígenas.
Na selva amazônica, de acordo com o documento preparatório, desencadeou-se uma profunda crise causada por uma prolongada intervenção humana, pela “cultura do descarte” (LS 16) e pela mentalidade extrativista. A Amazônia, região de rica biodiversidade, é multiétnica, pluricultural e plurirreligiosa e, assim, demanda mudanças estruturais por parte de governos e pessoas de várias partes do planeta.
 As reflexões do Sínodo Especial superam, portanto, o âmbito estritamente eclesial da região amazônica, por serem relevantes para a Igreja universal e para o futuro das gerações.
 
O músico Antonio Cardoso
Com o pai, músico de uma pequena filarmônica, aprendeu a música. Com a mãe, a fé. Traz a origem humilde de quem nasceu no sertão da Bahia, na cidade de Miguel Calmon. Em 1975, chegou a São Paulo como milhões de nordestinos, com sonhos no coração e desafios pela frente. Contudo, não foi difícil se ambientar em uma cidade como a capital paulista. Ali ele conheceu Pe. Zezinho, scj, as Irmãs Paulinas e tantos outros que se constituíram como a “sua retaguarda missionária”.
Suas músicas retratavam os problemas sociais do Brasil e, assim, falavam também de sua história. Um jovem migrante nordestino que sentiu, na pele, a fome, a seca e o abandono dos governos. Por isso, onde encontraria espaço, naquele contexto? Mas a música foi sua grande força. Em 1978, ao acompanhar um famoso pregador, chegou a percorrer o Brasil inteiro levando a música e a fé, até chegar o tempo de seguir com as próprias asas. Uma trajetória de 40 anos de viagens missionárias para além de 2.500 cidades brasileiras.
Em seus shows, um dos temas centrais é a família, e as apresentações atraem inúmeras pessoas, o que demonstra que há uma grande sede em relação a esse assunto. O compositor continua a sua peregrinação com o mesmo sonho do começo, entretanto, com uma diferença: a sua canção está cada dia mais parecida com suas origens, com os princípios herdados dos pais.

Com informações do Vatican News



Contato para imprensa
Luciana Sales
Tel.: (11) 5081-9333 / Ramal: 2544
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Sala de imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Cantor Jonny Mendes lança clipe da canção “Nós queremos paz”
A partir de amanhã (6), o clipe da canção “Nós queremos paz”, do cantor e compositor Jonny Mendes, estará disponível no canal do Youtube da gravadora Paulinas-COMEP.

Paulinas inaugura terceira loja no Ceará
Paulinas acaba de abrir sua terceira loja na capital cearense, desta vez na Faculdade Católica de Fortaleza (FCF). É a primeira filial inaugurada em uma instituição de Ensino Superior.

Morre em Minas Gerais o escritor e ilustrador Cláudio Martins
Morreu na última quinta-feira, 15 de fevereiro, aos 69 anos de idade, o escritor e ilustrador Cláudio Martins. Natural de Juiz de Fora, Minas Gerais, era conhecido especialmente por ilustrar centenas de livros para variados autores nacionais.

José Tolentino Mendonça orienta Exercícios Espirituais da Quaresma para o papa Francisco
José Tolentino Mendonça é o responsável pelas meditações que vão acompanhar os Exercícios Espirituais do papa Francisco e dos colaboradores da Cúria Romana, com início agendado para o primeiro domingo da Quaresma, 18 de fevereiro.

Gravadora Paulinas - COMEP no Santuário Nacional de Aparecida
Assista ao momento de Adoração no Santuário Nacional de Aparecida com a participação especial da banda Vida Reluz.

Início Anterior 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados