BUSCA

Morre o jornalista José Maria Mayrink, autor de Paulinas e colaborador da Revista Família Cristã

Data de publicação: 23/12/2020

imprimir

Trailer



A Paulinas Editora lamenta o falecimento do jornalista José Maria Mayrink ocorrido na madrugada desta quarta-feira (23), vítima de um câncer, aos 82 anos. Ex-seminarista, ingressou no jornalismo em 1961, atuando como repórter no semanário Jornal do Povo, em Ponte Nova, interior de Minas Gerais. Autor de Paulinas, publicou o livro “Filhos do divórcio” pela editora e vários títulos por outras editoras. Além disso, trabalhou, entre 1989 e 1991 como editor de Religião da revista Família Cristã. Dentre suas reportagens de destaque, José Maria entrevistou o Arcebispo de San Salvador, Oscar Romero, canonizado pelo Papa Francisco em 2018, cujo anúncio foi um “furo” e reportagem do jornalista no Brasil. A Paulinas Editora ressalta a colaboração de José Maria Mayrink para o jornalismo e para a informação.



Fonte: sala de imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

A chama, o chamado, um canto à diversidade
Um som pontuado de simplicidade, de culturas regionais, das boas coisas de nossa terra, ao ritmo do baião, do afoxé, do maracatu, misturando acordeom, metais, sopro, cordas e muita percussão. É Zé Vicente nos brindando de novo com rimas que falam de paz,

A palavra levantando poeira
Fruto de um processo quase sempre meditativo, o haicai é um gênero literário de origem japonesa que procura dizer o máximo com o mínimo de palavras. Aqui, Jorge Fernando dos Santos procura exercitar o haicai com a aguçada percepção de um arqueiro que obse

Coroinhas, sangue novo para a renovação da Igreja
Experiente em formação de coroinhas, Padre Deretti mobilizou a atenção dos participantes do curso "Encontro de Coroinhas", inclusive crianças, na manhã do sábado, 19 de agosto, na Paulinas Livraria, filial Ana Rosa (SP). Seu desafio é conferir uma nova or

A mulher como o elo mais forte na construção de um mundo mais solidário
"Deus fez para o homem um trono, para a mulher, um altar. O homem está colocado onde termina a terra; a mulher, onde começa o céu". Com este pensamento de Victor Hugo, o médico ginecologista Eurico Alonço Malagodi finaliza este livro, uma análise da vida

Folclore brasileiro: Esses nossos heróis não fazem feio!
Nossos personagens encantados, assustadores e engraçados renascem todos os dias no imaginário popular e mandam às favas quem se mete a pisar em seu território. Paulinas Editora bota fé neles e assina embaixo.

Início Anterior 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286 287 288 289 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados