BUSCA

Vítima de feminicídio, a mártir Irmã Lindalva foi a primeira mulher brasileira a ser beatificada

Data de publicação: 08/01/2021

imprimir

Trailer


DADOS DO PRODUTO

Título: Lindalva Justo de Oliveira
Autor(a): Gaetano Passarelli
PAULINAS - LIVROS
Coleção: Luz do mundo
Formato: (14,0 x 21,0)
Páginas: 96
Código: 519782
ISNB: 978-85-356-2906-4
Preço: R$ 21,50

RELEASE


Dedicada à caridade, Irmã Lindalva Justo de Oliveira foi morta por um interno do asilo onde trabalhava por resistir às suas investidas amorosas

Vamos falar de uma mártir dos nossos dias, uma freira vicentina que foi vítima de feminicídio quando esse crime nem era tipificado em nossa legislação. Vamos falar de Lindalva Justo de Oliveira, ou Irmã Lindalva, assassinada em 1993 por um interno do Asilo Dom Pedro II, em Salvador-BA, que a assediava e não entendia quando ela rejeitava suas investidas amorosas.

 A Irmã Lindalva era uma pessoa dócil e prestativa. Em 1989, Lindalva ingressou no Convento das Filhas da Caridade na Província de Recife-PE. Em 1991, foi enviada em missão ao Abrigo Dom Pedro II, em Salvador-BA, onde passou a ser encarregada de coordenar o serviço aos homens idosos ou doentes.

 No asilo, passou a ser assediada por Augusto Silva Peixoto, que não aceitava a rejeição, já que a irmã sempre dizia que já era compromissada, com Jesus, mas o assediador considerava ser um amor “terreno”. Esse sentimento de posse, tão comum nos casos de violência contra a mulher, culminou no assassinato da Irmã Lindalva, a facadas, na Sexta-Feira Santa de 1993.

 Por ser uma mártir da fé e da pureza, a beatificação da Irmã Lindalva aconteceu em tempo recorde, em 2007, antes mesmo de outra brasileira, a Irmã Dulce. A cerimônia de beatificação da Irmã Lindalva aconteceu no Estádio Barradão, em Salvador, num evento para 25 mil pessoas. Pelos elementos de martírio, que comprovavam que Irmã Lindalva morrera defendendo a sua fé, a beatificação foi rápida e indiscutível.

 Livro conta a história da mártir Irmã Lindalva – Os detalhes da vida e da história da mártir Irmã Lindalva são contados no livro “Lindalva Justo de Oliveira – A bem-aventurada Filha da Caridade” (Paulinas – 2011), escrito pelo historiador e jornalista italiano Gaetano Passarelli. O livro narra, em ordem cronológica e com detalhes, a história da freira, desde o seu nascimento, no Rio Grande do Norte, até o seu assassinato, em Salvador, na Bahia, além do processo de beatificação.

 Sobre o autor:

GAETANO PASSARELLI nasceu em Castrovillari, na Itália, e atualmente vive em Roma. Foi professor de História Bizantina, na Universidade Roma III, e de Espiritualidade Oriental, no Instituto Superior de Estudos Medievais e Franciscanos da Pontifícia Universidade Antoniana e, também, no Pontifício Instituto Oriental. É diretor responsável da revista “Estudos sobre o Oriente Cristão” e consultor histórico da Congregação da Causa dos Santos.

 Sobre Paulinas:

Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para oito Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do País, conferido pela Câmara Brasileira do Livro –, e com participação em feiras literárias internacionais. Assume como valores em sua ação: Alegria em servir; Amor à missão; Colaboração e criatividade; Comunhão e participação; Espiritualidade; Harmonia e beleza; Ética e responsabilidade social.

 
 

Contato para imprensa: Marco ASA | Tel.: (11) 5081-9333 | WhatsApp: (13) 99765-3731 | imprensa@paulinas.com.br



Fonte: sala de imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Das origens para o mundo – Há 90 anos Paulinas marca presença missionária em terras brasileiras
Das terras maranhenses, a comemoração pelos 90 anos de caminhada das irmãs Paulinas no Brasil

André Neves é um dos finalistas do ALMA, um dos maiores prêmios da literatura infantil mundial, com “O colecionador de chuvas”, da Paulinas
André Neves, escritor e ilustrador, é finalista do prêmio Alma, concedido ´pelo Conselho de Artes da Suécia, sendo um dos prêmios mais importantes do mundo da literatura infantil. Ele concorre com o livro "O colecionador de chuvas", lançado pela Paulinas

Em missa em Aparecida, Irmãs Paulinas são homenageadas por seu “ardor bíblico e a comunicação que salva”
Nas comemorações dos 90 anos de presença das Irmãos Paulinas no Brasil, foi celebrada uma missa no Santuário de Aparecida (SP) no último dia 10 de outubro, presidida por Dom Orlando Brandes

Só um coração: novo single de Antonio Cardoso ressalta problemática da pobreza e homenageia padre Júlio Lancelotti
Na contagem regressiva para o V Dia Mundial dos Pobres, o compositor e cantor lança a música neste 14 de outubro, exatamente a um mês da data especial.

Irmãs Paulinas celebram seus 90 anos de Brasil no Santuário de Nossa Senhora Aparecida (SP)
Uma missa realizada no próximo domingo (10), às 8h00, no Santuário de Aparecida (SP) vai celebrar os 90 anos das Paulinas no Brasil.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados