BUSCA

Livro “Saber esperar” trabalha um tema necessário na pandemia: a paciência

Data de publicação: 06/04/2021

imprimir

Trailer



Livro “Saber esperar” trabalha um tema necessário na pandemia: a paciência

Obra da Paulinas mostra o equilíbrio entre a paciência e a impulsividade, tão necessário quando nossa vida está em suspenso

 Estamos esperando para voltar a trabalhar ou estudar normalmente. Estamos esperando para encontrar e confraternizar com nossos familiares e amigos. Estamos esperando para viajar, assistir a um show ou a uma partida de futebol. Estamos esperando pela vacina contra a Covid-19. Esperar tornou-se um verbo mais que presente em nossa vida, e a Paulinas Editora lançou um livro que fala sobre o equilíbrio entre a espera e a impulsividade: Saber esperar, do especialista italiano em Ciências Cognitivas Fabio Paglieri.

 O livro fala sobre a nossa relação com o tempo com base em estudos de Filosofia, Psicologia, Economia e Sociologia, entre outros, com estratégias apresentadas pelo autor para se encontrar o correto equilíbrio entre a satisfação imediata e o autocontrole.

 Questões interessantes são abordadas na obra, como estudos que mostram que os ocidentais são menos pacientes que os orientais (sem generalização, é claro) ou que a cultura e a religião nos tornam seres mais pacientes. O livro Saber esperar já está disponível em toda a rede Paulinas de Livrarias, no site paulinas.com.br ou pelo televendas 0800 70 100 81.

 Sobre o autor:

FABIO PAGLIERI é pesquisador do Instituto de Ciências e Tecnologia da Cognição do Conselho Nacional de Pesquisas de Roma (Itália), da Associação Italiana de Ciências Cognitivas e do Comitê Diretor da Conferência Europeia sobre Argumentação. Editor-chefe da Topoi: An International Review of Philosophy, a principal revista italiana de Ciência Cognitiva e Inteligência Artificial.

 Sobre Paulinas:

Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para oito Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do País, conferido pela Câmara Brasileira do Livro –, e com participação em feiras literárias internacionais. Assume como valores em sua ação: Alegria em servir; Amor à missão; Colaboração e criatividade; Comunhão e participação; Espiritualidade; Harmonia e beleza; Ética e responsabilidade social.

 
 

Contato para imprensa : Marco ASA | Tel.: (11) 5081-9333 | WhatsApp: (13) 99765-3731 | imprensa@paulinas.com.br



Fonte: sala de imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Nos passos de Santa Cecília e o encontro do " Vinil ao Digital".
Por ocasião do dia da padroeira dos músicos, Santa Cecília, celebrada em 22 de novembro, vamos refletir sobre a música cristã e o seu relevante papel na liturgia e atividades pastorais.Confira também como foi o encontro do “Vinil ao Digital”.

Donana e Titonho no Prêmio Jabuti
Na última quinta-feira (31/10), a Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou os cincos finalistas de cada uma das 19 categorias do prêmio, que chega em 2019 à sua 61ª edição.

Mulheres de Fé em fé
O grupo Cantores de Deus lança mais uma bela produção, quatro anos depois do CD “Mulheres em foco, força e fé”. As canções deste novo álbum são verdadeiras inspirações para recomeçar e reencontrar a alegria, a fé e a coragem para lutar.

Dia das Crianças com a Bellinha, a Ovelhinha!
No Dia das Crianças, além de brincar e receber presentes, a criançada pode aprender sobre o valor de cada pessoa. Todos merecem e querem respeito.

Burnout
A síndrome de 'Burnout' descreve o estado de exaustão intensa e prolongada da pessoa em relação ao seu trabalho. Entre eles, tem chamado atenção, pela sua frequência e gravidade, o complexo de desgosto, cansaço e desencanto que afeta muitos profissionais.

Início Anterior 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados