BUSCA

Projeto da Paulinas Editora e Organização Católica Alemã Adveniat leva livros em Braille e audiolivros para mais de 1000 crianças cegas do Brasil

Data de publicação: 30/04/2021

imprimir

Trailer




Os alunos Rafaela e Brian, do Instituto Padre Chico, com os novos livros em braille

Entrega no Instituto Padre Chico, de São Paulo, mostra a representatividade da ação, que permite a inclusão através do projeto “Livros em Braille para crianças e adolescentes cegos”.

Buscando levar inclusão através da leitura em Braille e audiolivros para crianças e adolescentes cegos de todo o Brasil, a Paulinas Editora, com o apoio financeiro da organização católica alemã Adveniat, está doando 2708 livros para seis entidades nas cidades de Manaus (AM), Belém (PA), São Luis (MA), Recife (PE), Feria de Santana (BA) e São Paulo (SP) beneficiando mais de 1000 crianças e adolescentes cegos.

A doação se dá através do projeto “Livros em Braille para crianças e adolescentes cegos”, que foi patrocinado pela organização católica Adveniat, da Alemanha, que apoia projetos de inclusão e contra a pobreza em toda a América Latina.

Doação no Instituto Padre Chico – Na sexta-feira (30), foi realizada a entrega oficial de mais de 400 livros (sendo 20 títulos diferentes) em Braille e audiolivros para o Instituto Padre Chico, entidade que nasceu em 1928, sendo pioneira na educação de crianças e adolescentes cegos. Desde então, mais de 4300 alunos já passaram pela entidade, que oferece Educação Infantil e Ensino Fundamental, atendendo também as famílias dos alunos carentes.

Administrado pelas irmãs da Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, a Fundação Padre Chico oferece educação inclusiva para 120 alunos hoje, sendo que, em função da pandemia, 25% em aulas presenciais e o restante em aulas remotas.



Ir. Ivonete Kurten ao lado das Ir. Vicentinas Maria Aparecida, Elisa e Terezinha de Jesus

De acordo com Ana Maria Pires Alvarez, diretora pedagógica da Instituição, a doação dos livros em Braille contribui, e muito, para a educação das crianças cegas, já que permite outra relação com o material didático, incluindo o toque e a experiência de “ler” a história com a ponta dos dedos.

Maria Aparecida da Fonseca, cujo neto Cauã, de 11 anos, estuda no Instituto Padre Chico desde o ensino infantil, diz que o Instituto é fundamental na formação das crianças cegas e os livros em Braille preparam para o mundo. “Estou feliz, pois meu neto está se preparado para enfrentar o mundo lá fora. Com os livros, ele melhora a sua leitura em Braille”, disse ela. Para a professora Luciana Ruiz, a doação de livros em Braille pode ser resumida em uma palavra: inclusão!

A equipe de Paulinas realizou a entrega com a supervisão da Diretora de Marketing, Ir. Ivonete Kurten, sendo recebida pelas irmãs vicentinas Maria Aparecida, Elisa e Terezinha de Jesus, que agradeceram muito pelo projeto que, segundo elas, abre a possibilidade de formação de mais alunos e enriquecimento da biblioteca de livros em Braille e audiolivros da Fundação Padre Chico.

Para conhecer os livros em Braille e audiolivros da Paulinas Editora, basta procurar uma das 31 Paulinas Livrarias em todas as regiões do Brasil ou acessar paulinas.com.br. Quem preferir, pode ligar (grátis) para 0800 70 100 81.

Sobre Paulinas:

Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para oito Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do País, conferido pela Câmara Brasileira do Livro –, e com participação em feiras literárias internacionais. Assume como valores em sua ação: Alegria em servir; Amor à missão; Colaboração e criatividade; Comunhão e participação; Espiritualidade; Harmonia e beleza; Ética e responsabilidade social.

Sobre a Organização Adveniat:

A Organização Adveniat surgiu pela iniciativa de bispos alemães que, em 1961, decidiram arrecadar recursos para famílias carentes na América do Sul como uma contrapartida ao apoio que famílias brasileiras deram às vitimas alemãs da Segunda Guerra Mundial. O que foi planejado para ocorrer apenas uma vez acabou se tornando a Ação Episcopal Adveniat, nome oficial da organização católica de ajuda à América Latina. Desde então foram arrecadados mais de 2,3 bilhões de euros, com os quais foram apoiados três mil projetos anuais de ajuda em toda a América Latina.

Sobre a Fundação Padre Chico:

O Colégio Vicentino de Cegos Padre Chico é uma escola filantrópica, confessional, inclusiva e com recursos próprios, que vai desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental II. Atende crianças e adolescentes cegos, com baixa visão, sem deficiências ou ainda com outros comprometimentos de aprendizagem, sendo 100% gratuita. Desde sua fundação, é dirigido por Irmãs da Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo.

 Agenda de entrevistas e contato para imprensa: Marco ASA | Tel.: (11) 5081-9333 | WhatsApp: (13) 99765-3731 | imprensa@paulinas.com.br



Fonte: sala de imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Os segredos da telenovela brasileira
Obra aborda a relação entre a música e o universo da teledramaturgia e, entre outras coisas, faz o leitor compreender como se dá a manipulação psicológica do telespectador por meio da trilha musical e qual o papel da indústria fonográfica na elaboração e

Sunny surpreende-se com a receptividade na feira
"Ulomma - a casa da beleza" é uma homenagem do autor nigeriano Sunny à Mãe África, berço da humanidade, e um convite ao resgate de elementos importantes da história e da cultura africanas, componentes de nossa formação cultural.

Dorina Nowill: graça, sabedoria e humor na Bienal
Claudia Cotes, Dorina Nowill, personagem do livro "Dorina Viu", e a escritora Elizete Lisboa estiveram presentes no estande de Paulinas na Bienal para receber os visitantes e discutir a questão da inclusão social e educacional dos deficientes visuais, no

Um pouco da magia da Amazônia no estande da Paulinas
O escritor José Arrabal compareceu ao estande de Paulinas na Bienal na tarde do úlimo dia 12 para uma sesão de autógrafos do livro "Cacuí - o curumim encantado", que conta a aventura do pequeno índio em uma aldeia perdida nas matas às margens do Rio Negro

Chapeuzinho em formas e cores
Bia Villela recbeu imprensa e visitantes no estande de Paulinas na Bienal para autógrafos de O Chapeuzinho Vermelho. O livro traz os mesmos personagens, o mesmo enredo do famoso clássico infantil dos Irmãos Grimm. Recebe, porém, formas, traços, cores e ti

Início Anterior 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286 287 288 289 290 291 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados