BUSCA

Ética e religião: o dilema em nome da vida

Data de publicação: 08/05/2006

imprimir

Trailer



São Paulo, 08 de maio de 2006

Antes de nos precipitarmos a emitir juízos morais facilmente causadores de polêmica, temos o grande desafio de enfrentar, com visão elevada, sem covardias nem complexos, os temas candentes que surgem no início deste novo milênio.

Bioética e pastoral da saúde é um livro que convida à reflexão sobre ambos os temas. O prólogo de Manuel de los Reyes López, presidente de Associação Espanhola de Bioética, já adverte o leitor sobre essa qualidade. Por trás das considerações genéricas, tanto sobre a bioética como sobre a pastoral da saúde, esconde-se a complexidade dos problemas morais vindos à tona com o desenvolvimento dos conhecimentos biológicos, bem assim como dos problemas pastorais colocados pelo enquadramento atual da questão da saúde neste início de milênio.

Transformações profundas nessas duas áreas de conhecimento científico e de atividade cristã colocam interrogações para as quais não dispomos de soluções verdadeiramente satisfatórias hoje.

Para o autor, com conhecimentos teológicos suficientes, de modo particular em teologia moral, e com ampla experiência nos campos da pastoral da saúde  e juvenil, entre outros, o importante é ter presente essa complexidade. Pelos próprios fundamentos antropológicos, a ética precisa aceitar a diversificação imposta pelo pluralismo cultural sem que os cristãos percam a consciência dos imperativos evangélicos que constituem a riqueza de sua tradição.

Deve-se fugir à abordagem direta dos problemas, no fundo periféricos, colocados pela bioética, e começar por considerar a problemática central da ética em nossos dias, a concepção mesma da moral. E fugir das pretensões de pensamento único ou de moral única, visões pouco realistas que, levadas a um extremo mais passional do que racional, poderiam até ser irresponsáveis, dando origem, com freqüência, a tensões desagregadoras nos cidadãos, crentes ou não.

É preciso ir à busca de seus fundamentos e considerá-la na sua relação determinante com a religião. Só então se pode traçar o perfil do que se considera a bioética moderna, também exposta a partir de suas origens históricas, antes de encarar sua problemática contemporânea. Passa-se então ao estudo da evolução tanto do conceito de saúde e como da concepção relativamente recente do que se entende por pastoral, aprofundando assim os objetivos do cuidado com os doentes, em face do sofrimento e da dor. Rica em dados e informações, a obra convida a ter sempre em mente a complexidade dos problemas morais e pastorais que hoje se colocam para o cristão na área da saúde.

Título: Bioética e pastoral da saúde
Autor: Francisco J. Alarcos Martínez
Coleção: Iniciação teológica
Formato: 13,5 x 20,0 cm
Código: 50857-8
ISBN: 85-356-1656-X

Sala de Imprensa
Paulinas Editora
Malu Delmira
J. Fátima Gonçalves
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Um pouco da magia da Amazônia no estande da Paulinas
O escritor José Arrabal compareceu ao estande de Paulinas na Bienal na tarde do úlimo dia 12 para uma sesão de autógrafos do livro "Cacuí - o curumim encantado", que conta a aventura do pequeno índio em uma aldeia perdida nas matas às margens do Rio Negro

Chapeuzinho em formas e cores
Bia Villela recbeu imprensa e visitantes no estande de Paulinas na Bienal para autógrafos de O Chapeuzinho Vermelho. O livro traz os mesmos personagens, o mesmo enredo do famoso clássico infantil dos Irmãos Grimm. Recebe, porém, formas, traços, cores e ti

Um futuro que só depende da gente
Um mundo mais humano e habitável não tem que ser um projeto de longo prazo. Ele pode ser construído aos poucos, com pequenas atitudes no nosso cotidiano, como não sujar a rua, não desperdiçar água, plantar árvores, distribuir sorrisos...

Desvendando o fenômeno religioso
Diante da carência de material e de publicações acadêmicas qualificadas no assunto, Paulinas lança a coleção Temas do Ensino Religioso, abordando grandes temáticas da Ciência das Religiões.

"No meio do caminho tinha uma pedra"
Um menino ensina que a arte da escuta, da conversa com o olhar é o caminho para encontrar sentido e beleza nas coisas mais singelas. Um grande lançamento de Paulinas na Bienal.

Início Anterior 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados