BUSCA

O admirável mundo dos leigos

Data de publicação: 07/03/2007

imprimir

Trailer



"Penso em milhares de cristãos leigos e leigas que, nestes pouco mais de 500 anos (de Brasil), na publicidade ou no anonimato, viveram sua fé, amaram sua Igreja e colocaram sua humilde pedra na construção de uma pátria mais próxima dos sonhos de Deus."

A Bíblia diz pouco ou quase nada sobre os leigos; a teologia "gastou rios de tinta sobre este assunto", sobretudo no século XX, quando tentava resgatar os leigos do limbo. Segundo os dicionários, a palavra leigo significa o iletrado, o que não sabe, o que não pode, o que não é.

Intrigado e instigado pelo sentido depreciativo do termo, Padre Antônio José de Almeida recorre à história para demonstrar exatamente o contrário. No livro Leigos em quê?, ele prova que o uso depreciativo da palavra não é adequado à rica e fecunda tradição que constitui a realidade de homens e mulheres ao longo de mais de vinte séculos. Sem eles, a história do cristianismo não existiria ou seria bem menos rica.

Como numa homenagem, ele promove um rico resgate de grandes figuras leigas dos vários períodos da história da Igreja, pessoas admiráveis que viveram exemplarmente a condição de batizados, cujas existências foram inspiradas e inspiradoras para a fé, e que, no entanto, ficaram relegadas ao mais absoluto anonimato simplesmente porque eram leigos e leigas.

O autor dá especial destaque às mulheres cristãs leigas que foram verdadeiros marcos na história do cristianismo, porém foram esquecidas pelos livros e manuais de teologia oficiais em uma Igreja ainda marcada .

A galeria de santos e santas leigos que o autor faz desfilar em procissão diante dos olhos do leitor tem também um abrangente e forte alcance espiritual. Esses profissionais, donas de casa, mães de família, fundadores de movimentos e institutos seculares trazem para os leitores leigos a verdade de que eles também são chamados à santidade em razão de seu batismo.

Ao contemplar vidas tão exemplares, os leitores, a despeito do "sentimento de inferioridade" que muitas vezes se abate sobre eles no terreno da fé, poderão perceber que sua vocação e seu chamado não são menores nem menos exigentes do que os de sacerdotes e religiosos consagrados.

Sem dúvida, esta é uma contribuição preciosa e original para os estudos teológicos das áreas de eclesiologia, espiritualidade e também - por que não? - para a história da Igreja e até para a nascente e florescente área de "Teologia e Gênero".

Leigos em quê? - Uma abordagem histórica
Autor: Antônio José de Almeida
Editora: Paulinas
Coleção: Cristianismo e História
Formato: 14,0 x 20,0
Páginas: 376
Preço: R$ 33,90
Código: 51083-1

Sala de Imprensa
Malu Delmira, Joana Fátima e Irmã Sofia, fsp
11-5081-9333
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
saladeimprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Consciência negra se constrói com histórias e representatividade
No mês da consciência negra, a Paulinas apresenta uma série de livros inspirados e contatos do ponto de vista da África e dos africanos, contribuindo com a representatividade e com a auto-estima de afrodescendentes.

Burnout
A síndrome de 'Burnout' descreve o estado de exaustão intensa e prolongada da pessoa em relação ao seu trabalho. Entre eles, tem chamado atenção, pela sua frequência e gravidade, o complexo de desgosto, cansaço e desencanto que afeta muitos profissionais.

"Violência doméstica e familiar contra a mulher" - Um problema de toda a sociedade
Os artigos foram escritos por especialistas de diversas áreas que, a partir de sua experiência , buscam informar e orientar sobre como reconhecer um caso de violência doméstica e o que fazer.

O perfume da esperança
A obra narra a emocionante história de Paolo, um brasileiro adotado por uma família italiana, na busca por suas raízes.

Confessar... O quê? Por quê? Como?
Novo livro de padre Cleiton Viana convida você a refletir e compreender o sacramento da confissão.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados