BUSCA

Caleidoscópio: fragmentos e mistérios do saber

Data de publicação: 14/02/2007

imprimir

Trailer



No afã de conhecer e desvendar os mistérios do mundo, o ser humano seccionou de tal forma o objeto de seu conhecimento que, ao final, quase nada restou do que queria conhecer.

Uma garotinha ganha um presente inusitado, um objeto diferente e desconhecido. Parece uma luneta. Não é. É um tubo coberto com papel-couro-de-cobra. "Ca-lei-dos-có-pio", disseram, objetivos, certeiros. O nome não era a coisa. O que se vê em seu interior são lindas flores estreladas e coloridas, que mudam, se multiplicam e nunca se repetem. Parecem infinitas!

Intrigada e curiosa, a menina mexe e remexe, tentando entender o que é, afinal, aquele misterioso objeto. A ansiedade a induz a desmontá-lo, mas, então, nada mais resta, só estilhaços de vidro colorido. Cadê as flores? Como fugiram dali?

Os fragmentos não formam mais a coisa em si, e revelam a fragmentaridade do saber, do mundo, do ser humano. Porque o todo é mais do que a soma das partes. De forte inspiração poética, o conto Caleidoscópio, de Jane Pinheiro, expõe com sensibilidade o confronto entre as percepções exteriores e o universo interior.

Assim, como o universo poético e cheio de segredos que nos cerca, o caleidoscópio transforma-se a cada olhar que debruçamos sobre ele, permanecendo sempre o mesmo. Neste conto, Jane o recupera como um convite a pensarmos sobre como costumamos agir diante dos mistérios que a vida nos oferece.

Ao mesmo tempo, é uma resposta ao apelo do meio acadêmico aos estudos transdisciplinares, à volta da sensibilidade à ciência e a uma maior comunicação entre ciência e arte.

Sempre fascinada pelo caleidoscópio, Rosinha Campos soltou a imaginação e as cores. Foi buscar na infância, nos brinquedos populares e nos bordados da mãe a inspiração para as ilustrações.

Intencionalmente, seus delicados bordados sobre fuxicos e pedrarias têm o formato do próprio caleidoscópio e promovem um diálogo entre forma e conteúdo, texto e imagem, entre o objeto e sua representação artística, entre ciência e arte.

Livro: Caleidoscópio
Autora: Jane Pinheiro
Ilustradora: Rosinha Campos
Editora: Paulinas
Coleção: Cavalo Marinho - série Re-Verso
Páginas: 24
Formato: 15,5 x 23,0
Código: 50920-5

Sala de Imprensa
Malu Delmira e J. Fátima Gonçalves
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
saladeimprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

O rádio como apoio ao anúncio da Palavra
Este livro é um subsídio destinado a quem faz programas religiosos no rádio e deseja contribuir para que seus ouvintes conheçam melhor a Palavra de Deus.

A questão ambiental lado a lado com o progresso
O livro "A consciência ecológica na administração" se propõe a contribuir com empresas, poder público e todos os que se interessam pela preservação do meio ambiente, sem a necessidade de abrir mão do progresso.

Ver o mundo como uma gostosa brincadeira
Em "Badulaques e Traquitanas", a construção sutil de palavras e frases, em perfeita consonância e interatividade com as ilustrações do autor, permite ao jovem leitor a exploração de múltiplos significados.

A deficiência no cotidiano das crianças
Assim como entre várias espécies de flores ou de animais é possível observar características tão diferentes, também entre os seres humanos os traços étnicos ou biológicos identificam visualmente o quanto cada pessoa é única e especial - ou melhor, excepci

Até que a crise nos separe
Diante de tantas crises e da desilusão que parecem atingir tantos casais, ficam no ar as perguntas: O que aconteceu? Onde e quem cometeu o erro que destruiu os sonhos de um amor eterno? Muitas vezes, leva-se adiante uma relação por comodismo, hábito...

Início Anterior 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados