BUSCA

Padre Zezinho: quatro décadas de evangelização pela música

Data de publicação: 26/09/2006

imprimir

Trailer



"Solidarizar-se com a dor e as esperanças do povo é também abrir a boca e denunciar toda forma de injustiça e opressão." (Padre Zezinho, scj)

Ícone da música religiosa e um dos mais completos comunicadores da Igreja do Brasil e da América Latina, José Fernandes de Oliveira, o Pe. Zezinho, (da Congregação Sagrado Coração de Jesus, scj), foi o grande homenageado de Paulinas durante a ExpoCatólica, que se realizou de 21 a 24 de setembro no ExpoCenter Norte, na capital paulista.

Os 40 anos de uma vida dedicada ao sacerdócio e à comunicação da Palavra de Deus pela música e literatura foram lembrados pela editora e pelos diversos fãs e profissionais da imprensa que se aglomeravam no estande no último dia 23, sábado. As comemorações tiveram início na sexta-feira, com a celebração de uma missa pelo próprio Padre Zezinho no palco principal do Pavilhão.

Cantor, compositor, jornalista, professor universitário, evangelizador incansável e produtor musical, Pe. Zezinho é considerado um dos mais completos comunicadores da Igreja católica, tendo realizado um trabalho que deixou marcas em pelos menos quatro gerações de jovens leigos e consagrados.

Pe. Zezinho contabiliza mais de uma centena de trabalhos musicais entre LPs, CDs e DVDs, mais de 60 livros sobre comunicação social e catequese de jovens e adultos, além de incontáveis artigos e ensaios em jornais e revistas de todo o País. Além da homenagem, durante o evento no ExpoCenter Norte, recebeu de Paulinas-COMEP, a mesma gravadora com a qual começou seu trabalho há 40 anos, o Disco de Ouro pelo CD Canções que o amor escreveu, lançado em 1998.

 "Nos últimos anos, tenho composto canções cujas letras remetem às orientações da Doutrina Social da Igreja e à oração comprometida", diz ele, citando um de seus últimos trabalhos, o CD Manhãs Iluminadas, que versa sobre o processo de contemplação e compaixão, imprescindível a qualquer cristão neste novo milênio.

Nele, há canções que ajudam a refletir sobre o sentido da existência humana em sua relação com o Criador. Outras destacam a missão dos que dedicam a vida à contemplação e ao evangelho. Contemplar, segundo ele, é sair do templo e ir ao povo, onde ele estiver. "Isso significa também comprometer-se com os movimentos populares e solidarizar-se com a dor e as esperanças do povo, abrindo a boca e denunciando toda forma de injustiça e opressão", afirma Pe. Zezinho, scj.

Paulinas-Comep - Divulgação: Léo - 11-5081-9333



Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Papa Francisco anuncia nomeação de José Tolentino Mendonça como cardeal
Papa Francisco anunciou neste domingo (1º de setembro) que, no dia 5 de outubro, elevará ao nível de cardeal treze integrantes do clero, entre eles o arcebispo português D. José Tolentino Mendonça.

Sepac Paulinas promove Seminário de Comunicação no mês de setembro
No sábado, 21 de setembro, das 8h às 17h30, o Serviço à Pastoral da Comunicação (Sepac Paulinas) promoverá o seminário de comunicação “O humano na dinâmica da comunicação”.

Revista Família Cristã receberá Medalha São Paulo Apóstolo - 2019
No dia 4 de setembro, a Revista Família Cristã, criada pelas Irmãs Paulinas e publicada mensalmente desde o ano de 1934, será contemplada pela Arquidiocese de São Paulo com a Medalha São Paulo Apóstolo.

Paulinas e Instituto Patrícia Galvão promovem evento de conscientização sobre a proteção à mulher
No dia 22 de agosto (quinta-feira), das 19h30 às 21h30, o Auditório Paulo Apóstolo (Rua Dona Inácia Uchoa, 62 – Vila Mariana) será palco do evento “Violência contra a mulher: um debate urgente e necessário”.

Morre em São Paulo padre Leocir Pessini
Além de sacerdote e provincial dos Camilianos, padre Leocir era doutor em Bioética e tornou-se um grande referencial dessa área no Brasil.

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados