BUSCA

A magia de aprender ensinando

Data de publicação: 27/06/2006

imprimir

Trailer



O que acontece quando um professor não consegue despertar o interesse nos alunos? E se esses alunos são bichos de estimação aparentemente interessados em aprender francês? Um garoto tenta ensinar, mas, que nada, seus alunos são relaxados e de interesse não têm nem um pouquinho. O que faltou a esse bem-intencionado professor?

Em tempos de globalização é importante saber mais de um idioma. Preocupado com essa realidade, um menino resolve ensinar seu gato siamês a falar francês. Para completar a turma, chama também outros bichos da vizinhança. Eles aprovam a idéia, se matriculam, mas eles não parecem lá muito interessados nas aulas: os peixes queriam apenas nadar; a tartaruga se escondia em sua carapaça - não participava, como se não tivesse graça; o poodle não parava quieto; e o gato persa dormia o tempo inteiro; o cachorro policial ficava rosnando para o pato, que, meio surdo, não prestava atenção.

O pato era desanimado
E meio surdo também,
A tudo que era ensinado
Repetia: quem, quem, quem?

O único que parecia ter futuro era o siamês, mas mesmo ele decepciona o professor e na hora do coquetel de formatura resolve tirar um cochilo, em vez de falar. Tamanha decepção leva o professor a procurar os motivos para tanto desinteresse pelo conhecimento. "Falta didática", adverte a mãe, aconselhando que o garoto mudasse a prática. Resultado: expulsão dos maus alunos...

Faltou pedagogia ou será falha do professor ou do aluno? Uma história para as crianças-professoras que brincam de escolinha e para professoras-crianças que acreditam na magia de ensinar.

Ensinei meu gato a falar francês
Autor: Sérgio Vieira Brandão
Ilustrador: Fê
Coleção: Esconde-esconde
Páginas: 16
Preço: R$ 18,90
Formato: 20 x 28 cm
Código: 50994-9
ISBN: 85-356-1795-7

Paulinas Editora
Sala de Imprensa
Malu Delmira e J.Fátima Gonçalves
11-5081-9333
imprensa@paulinas.org.br
www.paulinas.org.br/sala_imprensa


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

"No meio do caminho tinha uma pedra"
Um menino ensina que a arte da escuta, da conversa com o olhar é o caminho para encontrar sentido e beleza nas coisas mais singelas. Um grande lançamento de Paulinas na Bienal.

Quando chove a cântaros
Essa chuva a cântaros vai despertando sentimentos escondidos, faz brotar verdades, transborda vontades de vida, de mudança e dá uma chance de acomodar o olhar.

Fazer e viver o que gosta é o caminho mais fácil para ser feliz
De maneira leve, divertida, a autora Lucia Reis chama a atenção em "A esquisita aranha Rita" para a importância de as pessoas não se aterem a modelos, rótulos, códigos, conceitos predeterminados, mas buscar a melhor maneira de serem felizes.

Uma análise sobre a acelerada expansão do pentecostalismo
Reflexão conjunta de autores veteranos e novos, "Movimentos do Espírito" se propõe a contribuir com o debate sobre o espírito pentecostal, um fenômeno sócio-religioso que, nesses cem anos de existência, se espalhou adquirindo variadas formas e expressões,

Educar bem nossas crianças - um desafio sempre atual
O desafio que cada criança propõe àqueles que a recebem quando vêm ao mundo muda com mais rapidez do que as idéias já construídas sobre a forma de recebê-la, conduzi-la e prepará-la para a vida.

Início Anterior 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados