BUSCA

Festas Juninas

Data de publicação: 14/06/2006

imprimir

Trailer



Nem tem porque! Saúde e talento Mario Zan esbanja, pois de acordo com sua filha Mariângela, regularmente vai ao médico e se alimenta muito bem. Por mês, são entre cinco e seis shows que podem chegar a bem mais durante as festas juninas, melhor época do ano também para venda de seus discos com músicas de quadrilha.

Há mais de 50 anos, ele compôs o hino dos 400 anos de São Paulo e meio século mais tarde criou uma música em homenagem aos 450 anos da mesma cidade. É também de sua autoria Chalana e Nova flor, esta última gravada por mais de 200 intérpretes, com versões em espanhol (mais conhecida do que a original), inglês e alemão.

Pela gravadora Paulinas-COMEP, Mario Zan lançou seu segundo CD, Festas Juninas, com a participação especial de Eli Correa, marcando a quadrilha. O primeiro foi Tradição Brasileira que traz em seu repertório as obras-primas: Quarto centenário, Chalana, Arroz a carreteiro, Festa na roça e Sou gaúcho.

Se no Nordeste brasileiro a quadrilha é marcada por um ritmo mais acelerado pelo tambor e triângulo, no Sudeste, Centro-Oeste e Sul do país, o que é imprescindível é o som da sanfona de Mario Zan. O CD, Festas Juninas, só de medleys, reúne o que há de melhor para se realizar uma quadrilha e uma noite com muita dança e animação.

A faixa n.º 1 (18'22") traz a quadrilha completa, marcada por Eli Correa, com três composições de fundo: Dançando a quadrilha, Arrasta pé na tuia e Sapecando; em seguida vem uma Quadrilha, somente instrumental, que é para festas que já tenham um marcador; Com 5'27", a terceira faixa vem como medley de três músicas: Noites de junho, de João de Barro e Alberto Ribeiro, Chegou a hora da fogueira de Lamartine Babo, e Pedro, Antônio e João de Oswaldo Santiago e Benedicto Lacerda; Festa do interior, de Moraes Moreira, Abel Silva, Olha pro céu, de José Fernandes e Luiz Gonzaga, e Naquele São João de Antônio Barros, compõem a faixa quatro, com 7'21" de muito forró. A próxima tem duração de 5'11" e vem com Balão bonito, de Zan e Messias Garcia, Os três santos, de Mauro Pires e Messias Garcia, Recado a São João de Mário Aguinaldo e Osmar Zan. A sexta faixa - 6'40" - traz Arroz a carreteiro de Mario Zan e Palmeira, Sou roceira de Capitão Furtado e Mario Zan e Vanerão rasgado de Joel Marques e Jotha Luiz; na última faixa constam a tradicional Pula a fogueira de Amor e João Bastos Filho, É madrugada de Antônio Barros e, por fim, Arraial de Santo Antônio - instrumental - de Frederico de Freitas e Júlio Dantas fecham o repertório, num medley de 6'41". Ao todo são mais de sessenta minutos de pura animação.

Basta agora organizar a sua festa junina na empresa, na escola ou na comunidade. Contatos para shows pelo fone (11)222-1731, com Mariângela Zan.


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

As palavras de Paulo, ontem, hoje e para toda a vida
Paulinas queria algo que traduzisse a espiritualidade do patrono da Congregação, Paulo de Tarso. Frei Turra respondeu ao desafio e acaba de lançar um CD com mensagens do apóstolo Paulo. Imperdível!

Brasil perde o sanfoneiro Mario Zan, um brasileiro de coração!
Italiano de nascimento, o instrumentista e compositor faleceu na quarta-feira, dia 8, em São Paulo.

A esperança celebrada em versos
Mais que um trabalho para animação de celebrações e festas, o CD "Vamos animar e celebrar" é emblemático do trabalho do Centro de Promoção Humana Ir. Tecla Merlo, projeto social mantido pelas Irmãs Paulinas na Cidade de São Paulo. Traz mensagens de Paz, E

A chama, o chamado, um canto à diversidade
Um som pontuado de simplicidade, de culturas regionais, das boas coisas de nossa terra, ao ritmo do baião, do afoxé, do maracatu, misturando acordeom, metais, sopro, cordas e muita percussão. É Zé Vicente nos brindando de novo com rimas que falam de paz,

Um toque de Deus no coração dos jovens
Um som pontuado de simplicidade, de culturas regionais, das boas coisas de nossa terra, ao ritmo do baião, do afoxé, do maracatu, misturando acordeom, metais, sopro, cordas e muita percussão. É Zé Vicente nos brindando de novo com rimas que falam de paz,

Início Anterior 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados