BUSCA

Sunny surpreende-se com a receptividade na feira

Data de publicação: 14/03/2006

imprimir

Trailer



São Paulo, 14 de março de 2006

O nigeriano Sunny (à direita, na foto) recebeu jornalistas e pessoas interessadas em conhecer seu trabalho na tarde do dia 13. Ele veio para o lançamento de "Ulomma - A casa da Beleza", uma pequena coletânea dos muitos contos da sua tribo nigeriana Igbo, ricos de sabedoria e encanto.

Já repararam como fazem parte do nosso universo literário grandes contos de origem inglesa, norte-americana, irlandesa...? Ok. Nada contra, claro. Alguns são verdadeiros tesouros que nos remetem à história de suas culturas. Com raríssimas exceções, porém, difícil achar em nosso repertório impresso obras sobre nossa própria origem, a cultura africana. É, assim, inconformado, que o nigeriano Sunny abre nossa conversa sobre o livro Ulomma, a casa da beleza, sua obra de estréia no mundo literário. Brasileiro.


Sunny é o apelido de Sunday Ikechukwu Nkeechi. Aguçado pela curiosidade de conhecer o País de Pelé, que imaginava ser uma terra apenas de "brancos" e de índios, desembarcou aqui em 1998. Agora, já bem adaptado, casado com uma brasileira, e disparando um esforçado "português", ele jura que não quer deixar para trás suas lembranças, sua cultura, como fez a maioria de seus conterrâneos por aqui. "Se acomodaram, não se interessam e estamos perdendo muita coisa boa", reclama ele. Ao mesmo tempo, nosso escritor justifica que a sensação de inferioridade que a escravidão gerou entre os negros acabou conferindo um caráter pejorativo a quase tudo o que se refere à África.


O primeiro trabalho de Sunny é uma pequena coletânea dos muitos ricos contos da tribo Igbo, uma das três maiores entre as mais de cem que povoam a Nigéria. Na verdade, são algumas das muitas deliciosas histórias que ele ouvia nas noites de lua cheia ou nova com os sete irmãos e a família debaixo dos pés de mangueira na aldeia, na cidade de Nkalagu, oeste do país. Ricas de sabedoria e encanto e usadas para passar ensinamentos importantes, as histórias eram acompanhadas de música, cantada e dançada por todos, "um bom  antídoto contra o sono que poderia vir e roubar nossa atenção", relembra o escritor, com seu sorriso largo.


Com ilustrações a guache que mais parecem pintura, Denise Nascimento pegou o embalo e imprimiu tom à canção que Ulomma entoa para fazer com que seu filho a reconheça. Grávida, ela é uma homenagem à Mãe África, berço da humanidade. "A vinheta de abertura é uma reverência aos griots, perpetuadores de histórias e culturas...", explica Denise. Okpija vem retratada como uma iorubá (etnia) por esta ligação com os orixás (deuses africanos). Traz no rosto e braços algumas escarificações - espécie de tatuagens na pele, como parte de sua cultura e de sua beleza. "O objetivo é provocar sensações no pequeno leitor: No branco do caminhar de Ulomma, a u s ê n c i a s, solidão... Em Inine, ouço tambores... ouço tambores no rodopiar de Inine... A maternidade é de um rosa doce e vivo, iluminado... como toda a África!"

Título: Ulomma - A Casa da Beleza e outros contos
Autor: Sunny
Ilustradora: Denise Nascimento
Coleção: Árvore falante
Formato: 18 x 23 cm
Código: 50860-8
ISBN: 85-356-1660-8

Texto: J. Fátima Gonçalves

O autor
Sunny é casado, tem dois filhos e atualmente mora em São Paulo, onde trabalha como professor de Educação Física.

A ilustradora
Denise Nascimento é designer gráfico e ilustradora de diversos livros infantis, entre eles Histórias trazidas por um cavalo marinho, publicado em 2005 pela Paulinas.

Sala de imprensa
Paulinas Editora
Malu Delmiro
J. Fátima Gonçalves
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Burnout
A síndrome de 'Burnout' descreve o estado de exaustão intensa e prolongada da pessoa em relação ao seu trabalho. Entre eles, tem chamado atenção, pela sua frequência e gravidade, o complexo de desgosto, cansaço e desencanto que afeta muitos profissionais.

"Violência doméstica e familiar contra a mulher" - Um problema de toda a sociedade
Os artigos foram escritos por especialistas de diversas áreas que, a partir de sua experiência , buscam informar e orientar sobre como reconhecer um caso de violência doméstica e o que fazer.

O perfume da esperança
A obra narra a emocionante história de Paolo, um brasileiro adotado por uma família italiana, na busca por suas raízes.

Confessar... O quê? Por quê? Como?
Novo livro de padre Cleiton Viana convida você a refletir e compreender o sacramento da confissão.

É mamífero que fala, né?
Lançamento da Paulinas Editora, o livro chega às livrarias e lojas on-line com uma proposta inusitada: falar de aleitamento materno diretamente para as famílias, especialmente para as crianças, empregando uma linguagem carinhosa, cuidadosa e acessível.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados