BUSCA

Morre em São Paulo a compositora Ir. Miria T. Kolling, icm

Data de publicação: 08/05/2017

imprimir

Trailer



A religiosa é considerada uma das maiores compositoras da música litúrgica no Brasil.


Créditos: Paulinas Webtv


Faleceu na última sexta-feira, 05 de maio, aos 77 anos, a compositora Ir. Miria Therezinha Kolling. Natural da cidade de Dois Irmãos, no Rio Grande do Sul, ela estava internada no Hospital Santa Virgínia, na região do Brás, após ter sofrido um leve infarto no dia 19 de abril. A religiosa apresentou uma melhora em seu quadro e foi submetida a uma angioplastia, mas não resistiu ao procedimento.

O corpo foi velado no Educandário São José do Belém (Rua Belém, 129, bairro Belenzinho).

No sábado, às 17h30min, o arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer presidiu a Santa Missa. No domingo, o corpo da Irmã Miria foi levado para a matriz da Paróquia São José do Belém e houve a Missa de Corpo Presente, seguido de sepultamento no Cemitério Santíssima Trindade.

Irmã Miria, tinha 54 anos de Vida Religiosa Consagrada na Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria e 46 anos de caminhada musical.

Publicou mais de 600 obras musicais, que contemplam Missas, catequeses, hinos diversos e outros cantos. E também livros sobre canto e liturgia. Incansável, viajou o Brasil e o exterior, dinamizando cursos de liturgia e canto.

 

Suas duas últimas obras foram lançadas pela gravadora Paulinas-COMEP: “Tudo por causa de um grande amor” (2016) e “Glorifica minha alma ao Senhor” da Missa oficial jubilar para os 300 anos de encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida (2017).

“Ir. Miria marcou profundamente  a história do canto litúrgico na Igreja do Brasil. Ela fará falta! Soube como poucos, viver e experimentar uma espiritualidade com o povo. Captava suas realidades, os sentimentos e emoções e com uma singular sensibilidade sabia transformar em poemas e melodias de louvor, súplica e gratidão a Deus. De verdade sua vida foi doação pura... viajava para os lugares mais longínquos para compartilhar com as comunidades sua experiência e sabedoria litúrgica. Entre os CDs gravados, nos atrevemos a dizer que as duas últimas produções realizadas em 2016 e 2017, coroaram a sua trajetória artístico-musical, pois verdadeiramente viveu “TUDO POR CAUSA DE UM GRANDE AMOR” e hoje canta no céu, com Maria: “GLORIFICA MINHA ALMA AO SENHOR.” (Ir. Eliane de Prá – Diretora da gravadora Paulinas – COMEP).


(Ir. Miria e Coral Baccarelli  - gravadora Paulinas - COMEP)

As irmãs Paulinas lamentam a morte desta grande compositora e importante nome para a música católica e rogam a Deus que a acolha de braços abertos em Sua casa.


Confira um pouco das obras musicais de Ir. Miria T. Kolling, lançadas por Paulinas-COMEP:

•    “A Boa Notícia” (parábolas e passagens bíblicas) - 2001.
•    “Um Amigo chamado Jesus” (Evangelho cantado) - 2002.
•    “O mais além”, comemorativo dos 35 anos de música como compositora, - 2005.
•    “Cantos Celebrativos” (coletânea): 4 Missas remasterizadas,, entre elas: Missa dos Bem-Aventurados e Missa da Páscoa - 2005.
•    “Queremos ver Jesus”, CD produzido com a Paulinas-COMEP, em vista do projeto "Queremos ver Jesus", da Igreja do Brasil. Coordenado por Ir. Miria, contendo também vários cantos de sua autoria - 2005.
•    “Luz Nova se faz”, 12 canções para a evangelização, remasterizadas e lançadas em CD - 2010.

Confira a entrevista especial para o canal Paulinas WebTV, sobre o lançamento de seu último trabalho musical, o CD “Glorifica minha alma ao Senhor.

 




 

Contato para imprensa
Luciana Sales
Tel.: (11) 5081-9333
divulgacao@paulinas.com.br



Fonte: Sala de Imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Paulinas e Instituto Patrícia Galvão promovem evento de conscientização sobre a proteção à mulher
No dia 22 de agosto (quinta-feira), das 19h30 às 21h30, o Auditório Paulo Apóstolo (Rua Dona Inácia Uchoa, 62 – Vila Mariana) será palco do evento “Violência contra a mulher: um debate urgente e necessário”.

Morre em São Paulo padre Leocir Pessini
Além de sacerdote e provincial dos Camilianos, padre Leocir era doutor em Bioética e tornou-se um grande referencial dessa área no Brasil.

“Donana e Titonho”, da Paulinas Editora, está entre os 30 melhores livros infantis do ano
“Donana e Titonho” é uma narrativa que emociona, na qual a linguagem é cuidadosamente trabalhada.

Irmã Dulce será canonizada
Nesta semana, ganhou os noticiários a divulgação oficial da data de canonização de Irmã Dulce, a primeira santa nascida em solo brasileiro. A canonização ocorrerá no dia 13 de outubro deste ano, no Vaticano.

Na semana de Corpus Christi, música de Jonny Mendes ressalta o grande mistério da fé cristã
Para abrir a semana da Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, celebrada na próxima quinta-feira, 20 de junho, a Paulinas-COMEP e o cantor e compositor Jonny Mendes lançam o clipe “Ele é o Pão da Vida”.

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados