BUSCA

Nos passos de Santa Cecília e o encontro do " Vinil ao Digital".

Data de publicação: 26/11/2019

imprimir

Trailer



Nos passos de Santa Cecília: a missão da música cristã


Resumo: Por ocasião do dia da padroeira dos músicos, Santa Cecília, celebrada em 22 de novembro, vamos refletir sobre a música cristã e o seu relevante papel na liturgia e atividades pastorais. E conferir ainda como foi o encontro do “Vinil ao Digital” promovido por Paulinas-COMEP, rumo aos 60 anos de gravadora.
A música cristã no Brasil conta com uma linda diversidade de vozes, estilos e ritmos. Nas celebrações eucarísticas, nos grupos de oração e em inúmeras atividades pastorais, a música tem o seu papel relevante.
Por ocasião da Festa de Santa Cecília de 2018, o Papa Francisco ressaltou aos participantes do III Encontro Internacional de Corais a função evangelizadora da música: “A música e o canto de vocês são um verdadeiro instrumento de evangelização, na medida em que vocês se tornam testemunhas da profundidade da Palavra de Deus que toca o coração das pessoas e permite uma celebração dos Sacramentos, em particular da Santa Eucaristia, que faz perceber a beleza do paraíso”.
Um testemunho de missão que pode seguir os passos de Santa Cecília. Exemplo de mulher cristã, Santa Cecília abraçou a virgindade e sofreu o martírio por amor de Cristo. Viveu por volta do ano 150, em Roma, e ao ser obrigada a rejeitar a fé, declarou que preferia a morte a renegar o Senhor. Com isso, foi levada junto a um forno quente para ser sufocada pela forte fumaça emitida. Contudo, ao invés de asfixiar-se, foi capaz de cantar! Por isso, foi nomeada padroeira dos músicos.
O canto, os versos e os acordes exprimem o louvor a Deus e congregam todos na linguagem universal que é a música, como nesta playlist celebrativa pelo Dia do Músico e de Santa Cecília. Confira alguns destaques:
 
•    Na bela composição de Walmir Alencar Quando uniam-se os músicos, um exemplo de como a música cristã exalta o Senhor, une os fiéis e pode estabelecer uma ponte entre o céu e a terra.
•    Pe. Fábio de Melo declara: Vou cantar teu amor. Em poesia, podemos cantar a fé e buscar realizar o que o Mestre ensinou!
•    Em Som e Vida, Jonny Mendes destaca o rei Davi, que cantou e dançou na presença do Senhor. Uma atitude a ser praticada por todo cristão.
•    Ziza Fernandes, com Cantaré, traz a realidade do louvor e da alegria apesar de todos os desafios da vida.
•    Um hino ao Deus que é cantor e faz versos e canções que os anjos cantam lá no céu. Ele é o maior Poeta que existe! É o que entoamos em Canção ao Deus cantor, de Pe. Zezinho, scj.

Música cristã: do vinil ao digital
Nos seus 60 anos de história, Paulinas-COMEP já presenciou e foi protagonista de inúmeras transformações no campo da música, especialmente da música cristã. As mídias e a forma de ouvir música mudaram. Já a espiritualidade e o amor pela música permanecem de igual modo e até nos revigoram a cada dia!
A fim de reafirmar esta missão e nas vésperas do dia de Santa Cecília, Paulinas-COMEP promoveu, nos estúdios da gravadora, na última quarta-feira, dia 20, um encontro de espiritualidade e troca de experiências sobre o mercado da música no digital. O evento contou com a presença de músicos e equipes Paulinas que compõem essa trajetória de seis décadas, além de representantes do Spotify, Deezer e Believe.
Os profissionais destas entidades apontaram caminhos estratégicos, que vão desde o processo de pré-produção de um álbum até as ações de pós-lançamento. “Novos desafios e perspectivas foram lançados neste dia. Temos um campo fértil para a música católica, mas é preciso nos aprofundarmos nos conhecimentos e ações para alcançar e transformar cada vez mais os corações”, destacou a colaboradora Juliene Barros.

Paulinas-COMEP: 60 anos gravando o Evangelho em cada coração
Um encontro marcado por lembranças e perspectivas para o futuro. Além de assistirem a um vídeo comemorativo dos 60 anos de Paulinas-COMEP a ser celebrado em março de 2020, os participantes do evento “Do vinil ao digital”, mergulharam nessa história de seis décadas: a gravadora nasceu por inspiração de Ir. Tecla Merlo, cofundadora da Congregação das Irmãs Paulinas, que acolheu o sopro do Espírito para que as religiosas usassem o disco a fim de transmitir a mensagem do Evangelho. Os primeiros passos foram simples e modestos, mas de muita coragem e ousadia na fé, com apenas uma mesa de gravação, dois gravadores semiprofissionais, dois toca-discos e dois microfones.
Como destacou a diretora de Paulinas-COMEP, Ir. Eliane Deprá, fsp, muitas foram as mudanças – pessoas, espaço físico, equipamentos, forma de consumir música – contudo, permanece o objetivo principal: “sonorizar a palavra do Evangelho para que desperte nas pessoas a decisão de amar, de viver a verdade e fazer o bem”.
Ao mencionar as palavras do fundador da Família Paulina, Pe. Tiago Alberione, a religiosa ressaltou que o uso da arte, da música e das novas tecnologias atendem às necessidades do mundo atual e sempre demanda uma “reinvenção” por parte dos evangelizadores. Em 1957, o sacerdote afirmou que “É preciso pensar em outros meios para anunciar o Evangelho, pois não estamos presos às formas. Se o livro, o disco, o rádio, o cinema desaparecerem, proclamem-no com a vida”. E disse ainda: “Os tempos mudam e é inútil ficar dizendo: ‘Antigamente não era assim, antigamente não se fazia assim... as pessoas de ‘antigamente’ já estão no céu ou no inferno; devemos ajudar as pessoas de hoje’”.

Por Gracielle Reis

Contato para a imprensa
Luciana Sales
Tel.: (11) 5081-9333
imprensa@paulinas.com.br



Fonte: https://www.paulinas.org.br/sala_imprensa/
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Uma aula sobre espiritualidade, bioética e saúde no auditório de Paulinas
Léo Pessini e Dr. Roque Savioli discutem temas que desafiam a sociedade

Dez anos de história 'gravados' por Paulinas-Comep
Emoção e lembranças no lançamento do CD comemorativo dos dez anos do grupo Cantores de Deus

Lições de um monge para o homem moderno
Vozes e Paulinas se unem para trazer ao País o monge beneditino alemão Anselm Grün, um dos maiores escritores cristãos da atualidade.

Jazz e MPB: uma mistura de muito bom tom. Venha provar!
Bar Veríssimo, em São Paulo, recebe o Grupo Jazz 6 para uma noite de clássicos.

Motivos de Leó para brincar, bordar e aprender
Renata Sant'Anna, Valquíria Prates e Paulinas Editora homenageiam o artista plástico cearense Leonilson, gigante das flores também prestigiado na Bienal de Veneza deste ano.

Início Anterior 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados