BUSCA

Nos passos de Santa Cecília e o encontro do " Vinil ao Digital".

Data de publicação: 26/11/2019

imprimir

Trailer



Nos passos de Santa Cecília: a missão da música cristã


Resumo: Por ocasião do dia da padroeira dos músicos, Santa Cecília, celebrada em 22 de novembro, vamos refletir sobre a música cristã e o seu relevante papel na liturgia e atividades pastorais. E conferir ainda como foi o encontro do “Vinil ao Digital” promovido por Paulinas-COMEP, rumo aos 60 anos de gravadora.
A música cristã no Brasil conta com uma linda diversidade de vozes, estilos e ritmos. Nas celebrações eucarísticas, nos grupos de oração e em inúmeras atividades pastorais, a música tem o seu papel relevante.
Por ocasião da Festa de Santa Cecília de 2018, o Papa Francisco ressaltou aos participantes do III Encontro Internacional de Corais a função evangelizadora da música: “A música e o canto de vocês são um verdadeiro instrumento de evangelização, na medida em que vocês se tornam testemunhas da profundidade da Palavra de Deus que toca o coração das pessoas e permite uma celebração dos Sacramentos, em particular da Santa Eucaristia, que faz perceber a beleza do paraíso”.
Um testemunho de missão que pode seguir os passos de Santa Cecília. Exemplo de mulher cristã, Santa Cecília abraçou a virgindade e sofreu o martírio por amor de Cristo. Viveu por volta do ano 150, em Roma, e ao ser obrigada a rejeitar a fé, declarou que preferia a morte a renegar o Senhor. Com isso, foi levada junto a um forno quente para ser sufocada pela forte fumaça emitida. Contudo, ao invés de asfixiar-se, foi capaz de cantar! Por isso, foi nomeada padroeira dos músicos.
O canto, os versos e os acordes exprimem o louvor a Deus e congregam todos na linguagem universal que é a música, como nesta playlist celebrativa pelo Dia do Músico e de Santa Cecília. Confira alguns destaques:
 
•    Na bela composição de Walmir Alencar Quando uniam-se os músicos, um exemplo de como a música cristã exalta o Senhor, une os fiéis e pode estabelecer uma ponte entre o céu e a terra.
•    Pe. Fábio de Melo declara: Vou cantar teu amor. Em poesia, podemos cantar a fé e buscar realizar o que o Mestre ensinou!
•    Em Som e Vida, Jonny Mendes destaca o rei Davi, que cantou e dançou na presença do Senhor. Uma atitude a ser praticada por todo cristão.
•    Ziza Fernandes, com Cantaré, traz a realidade do louvor e da alegria apesar de todos os desafios da vida.
•    Um hino ao Deus que é cantor e faz versos e canções que os anjos cantam lá no céu. Ele é o maior Poeta que existe! É o que entoamos em Canção ao Deus cantor, de Pe. Zezinho, scj.

Música cristã: do vinil ao digital
Nos seus 60 anos de história, Paulinas-COMEP já presenciou e foi protagonista de inúmeras transformações no campo da música, especialmente da música cristã. As mídias e a forma de ouvir música mudaram. Já a espiritualidade e o amor pela música permanecem de igual modo e até nos revigoram a cada dia!
A fim de reafirmar esta missão e nas vésperas do dia de Santa Cecília, Paulinas-COMEP promoveu, nos estúdios da gravadora, na última quarta-feira, dia 20, um encontro de espiritualidade e troca de experiências sobre o mercado da música no digital. O evento contou com a presença de músicos e equipes Paulinas que compõem essa trajetória de seis décadas, além de representantes do Spotify, Deezer e Believe.
Os profissionais destas entidades apontaram caminhos estratégicos, que vão desde o processo de pré-produção de um álbum até as ações de pós-lançamento. “Novos desafios e perspectivas foram lançados neste dia. Temos um campo fértil para a música católica, mas é preciso nos aprofundarmos nos conhecimentos e ações para alcançar e transformar cada vez mais os corações”, destacou a colaboradora Juliene Barros.

Paulinas-COMEP: 60 anos gravando o Evangelho em cada coração
Um encontro marcado por lembranças e perspectivas para o futuro. Além de assistirem a um vídeo comemorativo dos 60 anos de Paulinas-COMEP a ser celebrado em março de 2020, os participantes do evento “Do vinil ao digital”, mergulharam nessa história de seis décadas: a gravadora nasceu por inspiração de Ir. Tecla Merlo, cofundadora da Congregação das Irmãs Paulinas, que acolheu o sopro do Espírito para que as religiosas usassem o disco a fim de transmitir a mensagem do Evangelho. Os primeiros passos foram simples e modestos, mas de muita coragem e ousadia na fé, com apenas uma mesa de gravação, dois gravadores semiprofissionais, dois toca-discos e dois microfones.
Como destacou a diretora de Paulinas-COMEP, Ir. Eliane Deprá, fsp, muitas foram as mudanças – pessoas, espaço físico, equipamentos, forma de consumir música – contudo, permanece o objetivo principal: “sonorizar a palavra do Evangelho para que desperte nas pessoas a decisão de amar, de viver a verdade e fazer o bem”.
Ao mencionar as palavras do fundador da Família Paulina, Pe. Tiago Alberione, a religiosa ressaltou que o uso da arte, da música e das novas tecnologias atendem às necessidades do mundo atual e sempre demanda uma “reinvenção” por parte dos evangelizadores. Em 1957, o sacerdote afirmou que “É preciso pensar em outros meios para anunciar o Evangelho, pois não estamos presos às formas. Se o livro, o disco, o rádio, o cinema desaparecerem, proclamem-no com a vida”. E disse ainda: “Os tempos mudam e é inútil ficar dizendo: ‘Antigamente não era assim, antigamente não se fazia assim... as pessoas de ‘antigamente’ já estão no céu ou no inferno; devemos ajudar as pessoas de hoje’”.

Por Gracielle Reis

Contato para a imprensa
Luciana Sales
Tel.: (11) 5081-9333
imprensa@paulinas.com.br



Fonte: https://www.paulinas.org.br/sala_imprensa/
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Paulinas na ExpoCatólica 2007
Muitas novidades marcaram a 5ª edição da Expocatólica e ajudaram Paulinas a fazer a diferença!

Muito clássico numa manhã de classe
Eudóxia de Barros lança primeiro DVD na Livraria Paulinas da Domingos de Morais, em uma manhã de muito charme!

Paulinas na ExpoCatólica: Integrar para crescer
Grupo prepara muitas novidades em produtos e ações promocionais para receber lojistas de todo o País durante a maior feira do segmento católico do País.

Balada do Ano!
A festa não parou mesmo! A galera estava animada e agitou até as 5h da manhã.

Uma tarde gostosa para se tomar chá!
Em homenagem ao "Dia dos Avós", a livraria Paulinas, da rua Domingos de Morais, em São Paulo, preparou uma grande surpresa para os vovôs e vovós.

Início Anterior 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados