BUSCA

Coleção de Paulinas revisita o Concílio Vaticano II

Data de publicação: 10/06/2011

imprimir

Trailer



Por mais frágeis e pequenas que sejam as estruturas visíveis da Igreja, elas são o sacramento de um dom inestimável da Trindade, a família divina que quis habitar a terra

Já se passam cinquenta anos do anúncio do Concílio Ecumênico Vaticano II, feito pelo Papa João XXIII, em 25 de janeiro de 1959. Para as novas gerações, o evento tornou-se por vezes apenas uma página da história. Penetrar nesta história, que continua viva e oferece elementos fundamentais para a renovação da Igreja, é a proposta da coleção Revisitar o Concílio, recém-lançada por Paulinas Editora.

A Igreja reconhece que é urgente retomar o conhecimento e o estudo de suas proposições para que continue o impulso renovador da Igreja por ele suscitado. Mesmo sem nos darmos conta, toda a vida eclesial carrega as marcas dessa virada histórica. Mas é notório que as muitas ofertas de renovação eclesial hoje não possuem a densidade e o peso das proposições apresentadas pelos bispos do mundo inteiro juntamente com o Papa durante o que foi o maior evento eclesial do século XX.

No entender do cardeal Dom Aloísio Lorscheider, o Concílio não veio para definir ou condenar. “Foi um Concílio pastoral-eclesiológico, e duas palavras-chave ajudam a entendê-lo bem: aggiornamento (atualização, renovação, rejuvenescimento, diaconia, serviço) e diálogo (comunhão, corresponsabilidade, participação).” Daí a importância de revisitar o Concílio para perceber a importância que ele tem para a Igreja em nosso tempo, pois permanece válido e serve de referência firme para a verdadeira renovação da Igreja.

Dois livros abrem a coleção. Em Revistar o Concílio Vaticano II, dom Demétrio Valentini nos devolve a inteireza do evento e nos estimula a tocar mais de perto os seus tesouros cada vez mais escondidos. Descreve o contexto eclesial que precedeu e seguiu o Concílio, o intenso envolvimento que suscitou, os grandes temas levantados e as ideias-chave que os presidiram, o itinerário de cada documento produzido e o cuidado e esmero na elaboração e aprovação de cada capítulo.

Já Lúmen Gentium - Texto e comentário, escrito pelo filósofo e teólogo Geraldo Lopes, é o documento-síntese do Concílio II aprovado em 21 de novembro de 1964; representa a janela aberta para o mundo, fundamental para redescobrir o espírito que o inspirava no momento de sua confecção.

Coleção: Revisitar o Concílio
Editora: Paulinas
 

Sala de Imprensa
Joana Fátima, Paula Oliveira e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Eu mais feliz - Reflexões para o despertar de uma vida melhor
A obra auxilia o leitor a compreender de forma simples, com textos curtos, aspectos da vida e do nosso tempo.

Filhos felizes - O segredo da educação de adolescentes para uma vida bem-sucedida
Psicóloga Mariangela Mantovani traz propostas para o entendimento dessa fase complicada da vida.

A virgem Maria no ano litúrgico
Escrito pelo autor Bruno Carneiro Lira, o livro “A virgem Maria no ano litúrgico” (Paulinas Editora, 2018) é um itinerário litúrgico-mariano que reflete sobre as festas, memórias e solenidades de Maria.

Amoris Laetitia em questão – Aspectos bíblicos, teológicos e pastorais
Amoris Laetitia é Exortação pós-sinodal escrita pelo papa Francisco que aborda o amor em família e é analisada por especialistas neste livro organizado por Leonardo Agostini Fernandes.

Com Deus nada é impossível
O livro oferece roteiros para encontros celebrativos, contemplando os mistérios gozosos a partir do evangelho, além de ladainhas, consagração e celebração da oração de nossa senhora.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados