BUSCA

A dança das letras

Data de publicação: 08/03/2010

imprimir

Trailer



"Brincar com palavras
Eu gosto e consigo
Mas acho melhor
Que elas brinquem comigo."
Tatiana Belinky


Você já imaginou a confusão que teríamos se as letras se tornassem sapecas de verdade e começassem a saltar de um lugar para outro, a trocar de sílabas, assim, sem mais nem menos, por pura diversão? É exatamente isso que elas fazem em Letras sapecas - cada letra no seu lugar!, do escritor e pedagogo Marciano Vasques, mais um livro de assinado por Paulinas Editora, o primeiro da coleção Ponte do Saber.

Exercitar a criatividade e, de maneira lúdica e prazerosa, auxiliar na alfabetização e apresentar a riqueza do léxico na Língua Portuguesa são as propostas de Marciano para a criançada aprender a ler e a formar as primeiras palavras. Em seu texto, a ilustração brinca junto, criando um curioso e divertido jogo de palavras. A tarefa de acompanhar as letras de Marciano em suas firulas ficou com o artista plástico Jótah, que não deixa por menos: “Quem nasce em Marte é marciano? Deve ser, pois as ideias do autor são de outro mundo.”


Título: Letras Sapecas - cada letra no seu lugar!
Autor: Marciano Vasques
Ilustrador: Jótah
Coleção: Ponte do saber
Editora Paulinas
Formato: 23,0 x 20,0
Páginas: 32
Preço: R$ 18,80
Código: 516201
ISBN: 9788535625363

Sala de Imprensa
Paulinas Editora
Joana Fátima, Taís González e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

De excluído a agente transformador - uma trajetória possível
A eficácia de um trabalho da Pastoral da Criança em prol da diminuição do analfabetismo em comunidades carentes da periferia de Recife levou Padre Bruno Carneiro Lira a escrever este livro, que traz subsídios e sugestões para que experiências como essa se

A arte como porta-voz da natureza em agonia
O artista polonês Frans Krajcberg é um inconformado com os crimes ecológicos. Transformar em arte a natureza morta é a forma que encontrou para defender a natureza. Seja em quadros-objeto ou fotografia, seu trabalho retratando a destruição da natureza pel

Pais-professores: sem culpa ao escolher a escola para os filhos
Que tipo de escola os pais que ensinam em escolas públicas escolhem para seus filhos? Por que rejeitam para seus filhos a rede de ensino na qual trabalham? Retrato sem retoques de nossa realidade educacional, esta obra traça um perfil dos problemas enfren

A palavra levantando poeira
Fruto de um processo quase sempre meditativo, o haicai é um gênero literário de origem japonesa que procura dizer o máximo com o mínimo de palavras. Aqui, Jorge Fernando dos Santos procura exercitar o haicai com a aguçada percepção de um arqueiro que obse

A mulher como o elo mais forte na construção de um mundo mais solidário
"Deus fez para o homem um trono, para a mulher, um altar. O homem está colocado onde termina a terra; a mulher, onde começa o céu". Com este pensamento de Victor Hugo, o médico ginecologista Eurico Alonço Malagodi finaliza este livro, uma análise da vida

Início Anterior 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados