BUSCA

A história da Salvação em curso na Liturgia

Data de publicação: 22/02/2010

imprimir

Trailer



Padre Marsili sempre falou de "teologia da liturgia" e nunca de "teologia" e "liturgia", como se a "liturgia" estivesse numa posição subordinada ou, no mínimo, paralela.

O padre abade beneditino Salvatore Marsili foi “teólogo da liturgia” - toda a sua longa pesquisa teve como método radicar seu discurso litúrgico na “teologia do Mistério de Cristo”. Quem o conheceu deve lembrar-se de como ele gastava um bom tempo ao tratar das fontes e da história da liturgia, certamente não para exibir uma complacente erudição, mas para extrair da leitura histórica o fundamento, as constantes, os progressos ou as involuções da teologia dos sacramentos. Como referência, tinha um ponto fixo: desvendar de que modo a liturgia da Igreja torna atual o mistério da salvação realizado por Cristo.

Os tratados de Liturgia que elaborou para os cursos por ele ministrados e que, devido à sua morte prematura, acabaram não sendo inseridos na coleção por ele idealizada (Anámnesis), chegam finalmente ao Brasil pelas mãos de Paulinas, na obra Sinais do Mistério de Cristo Teologia litúrgica dos sacramentos, espiritualidade e ano litúrgico. A única exceção no ineditismo dos manuscritos é o tratado sobre Eucaristia, aqui repetido, embora extraído de uma apostila de cunho diferente da publicada na coleção.

A convivência do Abade Marsili com o também beneditino, o alemão Odo Casel, no Mosteiro Maria Laach (Alemanha), nos anos 1934-1935, convenceu-o de que aquela intuição genial sobre a “Liturgia dos Mistérios” deveria ser aprofundada na linha do movimento bíblico-patrístico, ou seja, os fundamentos da reatualização dos Mistérios de Cristo deveriam ser buscados na Bíblia. Com isso, nasceu a ideia da coleção Anámnesis.

A originalidade da sua doutrina está em ter construído uma teologia a partir da celebração litúrgica, como início de toda reflexão-discurso sobre a experiência de Deus, razão pela qual ele sempre falou de “Teologia da Liturgia” ou de “Teologia litúrgica”. Defendia a liturgia como o lugar onde continua a desenvolver-se a história da salvação, o lugar onde a Igreja nasce, é construída e se desenvolve, sendo, por isso, o ponto de partida de toda a reflexão-discurso sobre a experiência de Deus. Todos os sacramentos são vistos em relação ao Mistério de Cristo, no sentido de que a presença e a ação do Cristo vivo e glorioso comunicam à humanidade as realidades salvíficas divinas.


Título: Sinais do Mistério de Cristo - Teologia litúrgica dos sacramentos, espiritualidade e ano litúrgico
Autor: Salvatore Marsili
Paulinas Editora
Coleção: Liturgia fundamental
Formato: 15,0 x 23,0
Páginas: 704
Preço: R$ 69,80
Código: 516376
ISBN: 9788535625530

Sala de Imprensa
Paulinas Editora
Joana Fátima, Taís González e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

A virgem Maria no ano litúrgico
Escrito pelo autor Bruno Carneiro Lira, o livro “A virgem Maria no ano litúrgico” (Paulinas Editora, 2018) é um itinerário litúrgico-mariano que reflete sobre as festas, memórias e solenidades de Maria.

Amoris Laetitia em questão – Aspectos bíblicos, teológicos e pastorais
Amoris Laetitia é Exortação pós-sinodal escrita pelo papa Francisco que aborda o amor em família e é analisada por especialistas neste livro organizado por Leonardo Agostini Fernandes.

Com Deus nada é impossível
O livro oferece roteiros para encontros celebrativos, contemplando os mistérios gozosos a partir do evangelho, além de ladainhas, consagração e celebração da oração de nossa senhora.

Lancheira gostosa e nutritiva!
Lançamento da Paulinas Editora, o livro “Lancheira gostosa e nutritiva!” apresenta receitas fáceis e saborosas elaboradas com a inspiração de um coração materno, mas supervisionadas pelo olhar de uma nutricionista.

O encontro Nohimayou
A Paulinas Editora acaba de lançar “O encontro Nohimayou”, livro que reúne reflexões de missionários e missionárias da Consolata que, por cinco décadas, tiveram como meta encontrar e conhecer os índios Yanomami, por meio da Missão Catrimani.

Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados