BUSCA

A descoberta de Jesus histórico, do Jesus homem

Data de publicação: 13/10/2009

imprimir

Trailer



O santo não está apenas no sonho, no templo, nas tempestades ou nos terremotos. Está no ser humano, e dele nos aproximamos ou nos afastamos na medida em que se nos apaga ou acende a luz de uma humanidade ética.

É inegável a importância de Jesus. O próprio calendário é baseado em sua vida. E a história da humanidade é divida em duas partes antes e após seu nascimento. A maior religião do Planeta considera Jesus um profeta, para os cristãos – em números absolutos detêm a segunda colocação – “Ele” é o salvador. Entretanto, o Jesus da história, o homem galileu que viveu há mais de dois mil anos é ainda um desconhecido, já que o Cristo de fé se sobrepôs, por muitos séculos, o homem de singular significado e pontuais reflexões.

Com variados pontos de vista teóricos, textos canônicos, gnósticos, histórias das correntes judaicas e tradição textual, cultural material e iconografia, a obra A descoberta do Jesus histórico nos ajuda a formar uma imagem complexa sobre este homem de singular significação. Os organizadores André L. Chevitarese e Gabriele Cornelli conseguem articular a ciência internacional e brasileira com textos de John Dominic Crossan, referência no assunto, e textos deles próprios para oferecer novas reflexões sobre o ‘homem Jesus’.

Os artigos mostram que a mudança de foco do Cristo Crucificado pelo Jesus histórico marca em si, a transformação também da sociedade. Num primeiro momento o positivismo impulsionou a busca do conhecimento histórico. Depois, a teoria social foi uma ferramenta para entender melhor essas circunstâncias históricas e, mais precisamente, nas últimas décadas os movimentos sociais expuseram a diversidade no interior das sociedades. Mulheres emergiram à ribalta, grupos étnicos e religiosos se expuseram e reivindicaram sua legitimidade. Os modelos normativos, que propugnavam sociedades homogêneas foram criticados e substituídos...

Crossan insere a obra no contexto mundial de vanguarda e alicerça o caminho para as contribuições brasileiras, resultado do amadurecimento da historiografia nacional sobre um tema tão relevante e cada vez mais em voga: Jesus. O leitor sairá enriquecido e ansioso, por certo, por novas reflexões, instigado a buscar o Jesus histórico.


Título: A descoberta do Jesus histórico
Orgs.: André L. Chevitarese e Gabriele Cornelli
Coleção: Quem dizem que sou?
Formato: 15,5 x 23,0
Pág.: 168
Preço: R$ 32,50
Código: 515728
ISBN: 9788535624816

Sala de Imprensa
Paulinas Editora
Joana Fátima, Taís González e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

50 anos de Medellín
Equipe de autores lança, pela Paulinas Editora, uma obra que revisita o profetismo de Medellín.

Povos da floresta
“Povos da floresta – Cultura, resistência e esperança” traz a visão do Brasil de um ângulo que não costuma frequentar os grandes meios de comunicação.

Dia da Consciência Negra
Lembramos o Dia da Consciência Negra com uma coleção de livros que retratam a cultura do povo africano.

Naquele ano
Uma história emocionante, na qual a amizade verdadeira e o amor da família são o apoio e a ajuda nos momentos mais difíceis.

Deus desce
Paulinas Editora acaba de lançar o livro “Deus desce”, da autora Edicleia Tonete, fsp.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados