BUSCA

Dr. Alceu: da "persona" à pessoa, obra em lançamento por Candido Mendes e Paulinas

Data de publicação: 10/06/2009

imprimir

Trailer



Símbolo de intelectual progressista na luta contra a censura que o regime militar impôs ao povo brasileiro, Dr. Alceu denunciou a repressão que se abateu sobre a liberdade de pensamento e sempre esteve ao lado daqueles que lutavam pela democracia.

Com a autoridade de quem teve a honra de receber o legado de Alceu Amoroso Lima, o Tristão de Athayde, crítico-fundador de nossa modernidade literária, Candido Mendes vai liderar uma mesa redonda sobre a vida e a obra daquele que é considerado a figura primacial do laicato católico brasileiro. O evento está marcado para o dia 17 de junho, a partir das 19h30 no Auditório da Paulinas Livraria, da Vila Mariana. Debatem com ele Maria Helena Arrochellas, escritora e diretora do Centro Alceu Amoroso Lima para a Liberdade; Maria Luiza Marcílio, do Instituto Jacques Maritain; e Xikito Affonso Ferreira, neto de Alceu.

Mediado por José Carlos Beozzo, o encontro marca o lançamento do livro assinado por Candido Mendes, Dr. Alceu: da persona à pessoa, uma obra que pode ser considerada essencial para quem deseja conhecer a história recente do País. Mendes descreve a vida de um pensador de grande influência na política nacional que assegurou a maturação da crítica literária no Brasil. Como Tristão de Athayde, pseudônimo que adotara para distinguir a atividade industrial da literária jornalista e crítico literário, Alceu, nascido em 1893 no bairro do Cosme Velho, no Rio de Janeiro, publicou diversas obras, como Idade, Sexo e Tempo, Introdução à Economia Moderna, Preparação à Sociologia, No limiar da Idade Nova e O espírito e o mundo.

Nos anos 20, convertido ao catolicismo, iniciou ampla militância que o levou ao posto de um dos mais respeitáveis representantes do pensamento conservador católico no Brasil. Em 1935, Alceu Amoroso Lima tornou-se diretor da Ação Católica Brasileira e foi eleito para a cadeira de número 40 da Academia Brasileira de Letras. Na história de uma inteligência que fez o voto da ortodoxia, na entrega radical a um catolicismo de testemunho, é incomparável a fidelidade à sua estrita obediência na toma da palavra, do viver e transcender a ordem do seu tempo. Faleceu em 1983.

Lançamento da obra: "Dr Alceu : Da 'Persona' À Pessoa"
Data: 17 de junho
Horário: às 19h30
Local: Auditório Paulinas Livraria - R. Domingos de Moraes, 660 - Vila Mariana.

Sala de Imprensa
Paulinas Editora
Joana Fátima, Taís González e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

A origem da Palavra de Deus em debate
Um encontro para ajudar os leigos a disseminar os ensinamentos de Cristo com mais propriedade e segurança em suas comunidades.

Um código mais que suspeito
Está explicado porque Dan Brown se recusa a participar de debates sobre o seu O Código da Vinci. Não teria mesmo como explicar, à luz dos próprios documentos que embasam sua obra, os diversos erros históricos e teológicos, a não ser o interesse em produzi

Vire a noite em uma balada com Electrocristo
No próximo dia 23, das 22 horas às 7 da manhã, a Represa de Guarapiranga vai servir de palco para a primeira rave católica do País

"A liturgia sem o silêncio é estéril, superficial, banal, vazia."
A manhã de 27 de maio, sábado, ficou curta diante do interesse e envolvimento dos cerca de 80 participantes do curso Comunicação na liturgia, a cargo do teólogo e filósofo Padre Agnaldo José.

Uma manhã mais que especial na Paulinas
Muita festa, dança e interação em um encontro de clientes, visitantes voluntários, enfim, muita gente especial.

Início Anterior 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados