BUSCA

Bem-aventuranças: os segredos do coração de Deus para os dias de ontem e de hoje

Data de publicação: 24/09/2008

imprimir

Trailer



Geralmente vemos as bem-aventuranças equivocadamente, como um código moral que nos revela o pecado. Não as vemos como anúncio de felicidade...

Como foram ouvidas pelos contemporâneos as palavras de Jesus no Sermão da Montanha e como as mesmas são ouvidas hoje? A partir dos dados objetivos da Escritura, interpretando a palavra makarios, pouco clara na sua tradução como bem-aventurança ou felicidade, Irmã Dolores Aleixandre escreve Bem-aventurado sois... Memória de duas discípulas, mais um lançamento de Paulinas Editora.

A reflexão se desenvolve a partir de duas discípulas: Os contemporâneos de Jesus são representados por Hanna, uma mulher dentre as seguidoras que acompanharam e seguiram Jesus até o local da crucificação; e os nossos contemporâneos são representados por uma mulher de nome Ana (nome ocidentalizado de Hanna).

Hanna nos leva a estabelecer uma primeira relação, um primeiro impacto com as bem-aventuranças e a recriar, imaginariamente, alguns dos contextos nos quais elas nasceram. A outra discípula, Ana, vive nos dias de hoje e nos ajuda a atualizar as bem-aventuranças, a acolher essa mensagem, procurando decifrá-la, traduzi-la à linguagem dos dias de hoje, e vivê-la no contexto atual, em que estamos tão ávidos de felicidade e paz diante de um mundo tão fascinante e confuso.

Hanna e Ana vão traçando considerações sobre cada uma das sete bem-aventuranças, partindo de uma perspectiva diferente: no caso de Hanna, a relação mais ou menos direta com o homem Jesus, que despertava interesse e curiosidade de todos; e, no caso de Ana, o personagem de Jesus, Filho de Deus entre os humanos. Tanto o contraste entre as duas como a continuidade colocam em evidência a nona bem-aventurança com que conclui a autora: "Felizes os que escutam".

Em cada capítulo, e depois de "escutar a memória das duas discípulas", há sugestões para orar e aprofundar mais a respeito de cada uma das mensagens, tesouro que o Evangelho esconde e que chamamos "bem-aventuranças".

A autora - Dolores Aleixandre, religiosa do Sagrado Coração de Jesus, é professora de Escritura Sagrada na Universidade Pontifícia de Comillas, Espanha. Tornou-se muito conhecida pela originalidade de seus escritos e pela singular habilidade para explicar de maneira simples e atraente questões difíceis de serem compreendidas.


Título: Bem-aventurados sois... Memória de duas discípulas
Autora: Dolores Aleixandre
Coleção: Espiritualidade bíblica
Formato: 13,5 x 20,0
Páginas: 112
Preço: R$ 17,80
Código: 510327
ISBN: 9788535622737

Sala de Imprensa
Paulinas Editora
Joana Fátima, Taís González e Roberta Molina
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
saladeimprensa@paulinas.com.br



Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

O rádio como apoio ao anúncio da Palavra
Este livro é um subsídio destinado a quem faz programas religiosos no rádio e deseja contribuir para que seus ouvintes conheçam melhor a Palavra de Deus.

A questão ambiental lado a lado com o progresso
O livro "A consciência ecológica na administração" se propõe a contribuir com empresas, poder público e todos os que se interessam pela preservação do meio ambiente, sem a necessidade de abrir mão do progresso.

Ver o mundo como uma gostosa brincadeira
Em "Badulaques e Traquitanas", a construção sutil de palavras e frases, em perfeita consonância e interatividade com as ilustrações do autor, permite ao jovem leitor a exploração de múltiplos significados.

A deficiência no cotidiano das crianças
Assim como entre várias espécies de flores ou de animais é possível observar características tão diferentes, também entre os seres humanos os traços étnicos ou biológicos identificam visualmente o quanto cada pessoa é única e especial - ou melhor, excepci

Até que a crise nos separe
Diante de tantas crises e da desilusão que parecem atingir tantos casais, ficam no ar as perguntas: O que aconteceu? Onde e quem cometeu o erro que destruiu os sonhos de um amor eterno? Muitas vezes, leva-se adiante uma relação por comodismo, hábito...

Início Anterior 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados