BUSCA

Até que a crise nos separe

Data de publicação: 10/07/0200

imprimir

Trailer



Assuma a responsabilidade por sua vida, por suas ações, e lembre-se de que são as suas avaliações e os seus pensamentos que geram as emoções que você sente diante de uma situação.

Formal ou informal, o casamento é uma forma comprometida e responsável, gratificante e produtiva de viver e crescer a dois. Mas, diante de tantas crises e da desilusão que parecem atingir vários casais, ficam no ar as perguntas: O que aconteceu? Onde e quem cometeu o erro que destruiu os sonhos de um amor eterno, de uma relação perfeita?

A autora, do livro Não agüento mais!, Elisabetta Baldo, psicoterapeuta especializada em terapia e mediação familiar, usa a metáfora de uma torta de aparência deliciosa, exposta na vitrina de uma doceria, como a imagem do relacionamento ideal. No início, ficamos encantados com seu aspecto. Aos poucos, porém, percebemos que a torta não é tão gostosa quanto havíamos imaginado, mas nos forçamos a comê-la até o final, e ainda ficamos bravos se alguém come um pedaço sem nos avisar.

Nas relações a dois, muitas vezes acontece o mesmo: o relacionamento amoroso começa com a ilusão de termos encontrado a metade que faltava para nos completar. Tudo parece lindo e paradisíaco, mas, aos poucos, percebemos o outro pelo que ele realmente é. Não prestamos atenção aos sinais e levamos adiante uma relação por preguiça, hábito ou medo, o que nos conduz a uma profunda solidão vivida a dois. A insatisfação cresce e fica difícil engolir tantas emoções negativas. Podemos escolher, então, entre ficar remoendo as decepções e os fracassos, ou tentar descobrir onde realmente está o problema. Pode ser um momento de profunda desilusão ou de verdadeiro amadurecimento.

Elisabetta Baldo propõe, com realismo, alguns passos para superar as crises conjugais. É necessário, antes de mais nada, alimentar-se de auto-estima, limpar a mente dos pensamentos irracionais que distorcem a realidade e, principalmente, respeitar a si e ao companheiro.

A autora nos leva a entender que, numa relação equilibrada, os papéis são flexíveis e a segurança nasce da aceitação da ambivalência. A fidelidade não é uma obrigação, mas sim uma escolha renovada a cada dia, uma doação feita ao outro, que a ela corresponde livremente. O mais importante, porém, é aceitar que somos limitados e passíveis de erro, mas devemos ser respeitados em nossa individualidade.

Muitos relacionamentos funcionam bem. Em comum, os parceiros felizes têm presença e disponibilidade para o diálogo; efetiva proximidade, carinho, atenção, cuidados; empatia; interesses comuns; boa comunicação erótica e sexual; reafirmação constante do compromisso de viver e crescer juntos; respeito à individualidade e à autonomia do companheiro; e reciprocidade.

Título: Não agüento mais! - Uma análise realista das crises das relações a dois
Autora: Elisabetta Baldo
Editora: Paulinas
Público-alvo: Adultos e jovens, casais em crise, noivos
Coleção: Caminhos da Psicologia
Formato: 13,0 x 20,0
Páginas: 144
Preço: R$ 17,20
Código: 511684
ISBN: 9788535605464

Paulinas Editora
Sala de Imprensa
Joana Fátima, Taís Gonzáles, Ir. Ana Sofia, fsp
www.paulinas.org.br/sala_imprensa
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Paulinas
Postado por: Administrador

Galeria de Imagens





Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

365 motivos para não ter medo
O autor Maurizio Mirilli propõe uma reflexão de fé, esperança e encorajamento para cada dia do ano, vinculando-as sempre a uma passagem bíblica.

A mística do instante
Em “A mística do instante”, José Tolentino Mendonça propõe vivenciar a relação com Deus por meio dos cinco sentidos

Sertão
Lançamento do educador e escritor recifense Fábio Monteiro aproxima crianças de paisagens e descobertas diferentes

O que eu nunca disse antes
Lançado em maio de 2016 por Paulinas Editora, o livro autobiográfico “O que eu nunca disse antes”, escrito por Federico de Rosa, um rapaz autista com profundas dificuldades de comunicação, impressiona pela profundidade e lucidez.

Tombolo do Lombo
O livro “Tombolo do Lombo”, do famoso escritor e ilustrador André Neves, é inspirado na cantiga popular Tangolomango e no Bumba meu boi

Início Anterior 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados