BUSCA

Era uma vez dentro de nós

Data de publicação: 22/09/2016

imprimir

Trailer


DADOS DO PRODUTO

Título: Era uma vez dentro de nós!
Autor(a): Maria Elisa Moreira
Ilustrador(a): Douglas do Amaral
PAULINAS - LIVROS
Coleção: Psicologia aplicada
Formato: (16,0 x 23,0)
Páginas: 174
Código: 529710
ISNB: 9788535641851
Preço: R$ 42,50

RELEASE


Livro usa contos infantis para tratar de inovação e criatividade no mundo corporativo
“Era uma vez dentro de nós” apresenta conteúdo útil e diferenciado para líderes e empreendedores

O novo livro de Maria Elisa Moreira, especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho, tem uma missão: trazer provocações, reflexões e exercícios para despertar a criatividade e estimular a inovação de um jeito divertido e ao mesmo tempo profundo.
A obra mostra que é possível potencializar a inovação e a versatilidade em sua equipe, lidando com as mais variadas situações do contexto organizacional.
Existem várias pessoas dentro de uma mesma pessoa, com diversos mundos arquetípicos, outros papéis sociais, diferentes níveis de consciência e grandes possibilidades de contribuição criativa. “Era uma vez dentro de nós” traz a constatação de que a criatividade nasce muitas vezes de um processo solitário, individual, que só se realiza e se materializa de forma coletiva, social e compartilhada.
A obra aborda a criatividade e a inovação nos contextos profissionais, partindo de uma dimensão fundamental: o indivíduo em busca de si mesmo. Para isso, a autora utiliza-se de narrativas infantis, as quais, segundo ela, favorecem o autoconhecimento e o resgate do potencial criativo da pessoa.
Ao longo de três partes – pensar, sentir e agir –, Maria Elisa Moreira, que também é autora do livro “Liderar não é preciso – Um guia prático para o dia a dia dos líderes” (São Paulo, Paulinas Editora, 2010), apresenta alguns aspectos teóricos que sustentam o tema da criatividade, bem como ferramentas práticas que ativam a imaginação. Na primeira parte, aborda aspectos teóricos, como a acepção da criatividade, da cultura e do clima organizacional. Descreve alguns ativadores criativos, trata do autoconhecimento e destaca a importância da autobiografia como recurso para o desenvolvimento humano, ressaltando, por fim, o significado da vida interior e sua correlação com a vida criativa. Examina, então, como as narrativas, de modo geral, e as narrativas infantis, de modo particular, estabelecem conexões tanto com o autoconhecimento quanto com a criatividade. A segunda parte propõe a leitura de quatro contos: “O Rouxinol”, “O Pinheirinho”, “O Traje Novo do Imperador” e “O Patinho Feio”. Por fim, a terceira parte mobiliza o leitor para agir por meio dos ativadores criativos, com exercícios simples e práticos para estimular a sua imaginação e a possibilidade de um olhar criativo sobre sua vida pessoal e profissional.

Sobre a autora:
Mestra em Criatividade e Inovação pela Universidade Fernando Pessoa (Porto – Portugal). Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho. Cursou: Ética no Ambiente de Trabalho, na Universidade Autônoma de Barcelona – Espanha, e Gestão por Competências, na FIA (Fundação Instituto de Administração). Pós-graduada em Gestão de Recursos Humanos pela FAAP. Extensão em Psicologia Econômica pela PUC-SP, graduada em Psicologia pela Faculdade Paulista de Ciências e Letras.  Docente da Academia da Competência Liderança na Sustentare Escola de Negócios. Docente do tema Criatividade e Inovação na Trevisan Escola de Negócios. Docente do curso de Liderança e Gestão Estratégica de Pessoas na Educação Executiva do Insper.  Atua em projetos ligados ao desenvolvimento de equipes e à formação de lideranças, com temas relacionados à comunicação, ao autoconhecimento, ao relacionamento interpessoal, à gestão de conflitos, à meta-aprendizagem e à ética.  É autora do livro “Liderar não é preciso – Um guia prático para o dia a dia dos líderes” (São Paulo, Paulinas Editora, 2010).

Sobre Paulinas:
Paulinas Editora é parte integrante do projeto apostólico da Pia Sociedade Filhas de São Paulo, instituição religiosa católica fundada pelo padre Tiago Alberione, com a colaboração de irmã Tecla Merlo, na Itália, em 1915, com o objetivo de evangelizar na cultura da comunicação. Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural e religiosa, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para sete Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do país, conferido pela Câmara Brasileira do Livro. Diversas obras também receberam a menção “Altamente recomendável” ou indicações ao “Acervo básico” da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), entre outras distinções conferidas por associações literárias nacionais e do exterior.

Informações para a imprensa:
Luciana Sabbag
Tel.: 55 11 5081-9333 – Ramal 9473
imprensa@paulinas.com.br


Fonte: Sala de Imprensa
Postado por: Sala de Imprensa



Compartilhe este conteúdo:



Veja Também

Por uma Igreja mais atuante nas questões que desafiam o mundo
Um livro para quem se preocupa com as exigências da ação da Igreja no mundo globalizado, afinal, a renovação da Igreja só será autenticamente cristã à medida que se empenhar com todas as suas forças em favor da vida e mergulhar nos problemas mais urgentes

Um louvor ao belo espetáculo da vida
Ligue os pontos e faça o melhor que puder com as oportunidades que a vida lhe deu. Esta é a síntese deste livro, escrito por Rosemary de Ross, uma pessoa que, mesmo enfrentando dificuldades, encontra grandes motivos para agradecer, orar, enfim, estar de b

Ética e religião: o dilema em nome da vida
Uma obra rica que ajuda a descobrir, com imparcialidade, o que une ética e religião, bioética e Pastoral da Saúde, disciplinas tão distintas, mas que compartilham um mesmo objetivo: o bem-estar do ser humano.

Alternativa para recuperação de presos dá resultados, mas governo ignora
Iniciativa de reintegração de deliqüentes criada pela APAC já provou ser bem-sucedida em algumas prisões, com índice de reincidência ao crime caindo para 5%, contra a taxa média de 80% no País. Mesmo assim, a proposta foi solenemente ignorada pelo governo

Na saúde e na doença, nossos amigos animais!
Não são poucos os benefícios nos aspectos físico, cognitivo, emocional e social do emprego de animais como co-terapeutas nos tratamentos psíquicos e fisioterápicos de pessoas com necessidades especiais.

Início Anterior 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 Próximo Final
Busca avançada
Copyright © Pia Sociedade Filhas de São Paulo - Brasil - Direitos Reservados